Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula diz não ter tomado decisão sobre mudança de ministros


Do Diário OnLine

06/01/2004 | 17:26


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou nesta terça-feira, por meio de uma nota oficial lida pelo porta-voz da Presidência da República, André Singer, que já tenha tomado qualquer tipo de decisão com relação à já anunciada reforma ministerial.

A nota da presidência reafirma que cabe ao presidente definir o prazo para realizar as alterações no seu governo. O texto é uma crítica aos boatos de que Lula vai anunciar as mudanças nos ministérios até domingo, quando embarca para Monterrey (México), onde participará da Cúpula Extraordinária das Américas.

Lula ressaltou ainda que vai avisar a imprensa quando as mudanças ministeriais forem definidas e reclamou das especulações sobre o assunto. Para o presidente, os boatos prejudicam o país e o bom andamento da administração pública.

Especulações - As especulações sobre o troca-troca nos Ministérios ganharam força nesta segunda-feira, quando Lula e o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, se reuniram com o ministro das Comunicações, Miro Teixeira, e com o presidente da Anatel, Luiz Guilherme Schymura.

Antes mesmo do encontro, Miro era tido como uma das peças substituíveis do governo, já que ele é filiado ao PDT, partido que se voltou contra a base governista durante a tramitação das reformas da Previdência e tributária no Congresso Nacional.

Perante este quadro, Lula poderia solucionar dois problemas de uma só vez. Ele tiraria do seu governo um membro da ala oposicionista e promoveria a entrada do PMDB no alto escalão da sua equipe. Eunício Oliveira (PMDB-CE), que antecipou a sua volta de Portugal, é o nome mais cotado para assumir a pasta.

Logo em seguida, na tarde de segunda-feira, Lula se encontrou com o núcleo duro de seu governo, o que alimentou ainda mais as hipóteses de alterações no ministério ainda nesta semana. Estavam presentes na reunião o vice-presidente José Alencar, os ministros Antonio Palocci (Fazenda), José Dirceu (Casa Civil), e os secretáriso Luiz Dulci (Luiz Gushiken (Comunicação de Governo), Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência).

Porém, durante a noite, André Singer revelou que em nenhuma das duas reuniões realizadas tiveram como tema a reforma ministerial, mas sim planos de trabalho para 2004.

Leia abaixo a íntegra da nota do Planalto:

"Tendo em vista notícias desencontradas nos últimos dias sobre possíveis alterações no ministério, o Presidente da República reitera que ainda não tomou qualquer decisão a respeito e, tão logo o faça, a imprensa será comunicada.

O Presidente acrescenta que a definição do tempo em que essas eventuais mudanças ocorrerão cabe apenas a ele próprio. Desautoriza, assim, as especulações sobre prazos para uma possível reforma ministerial.

O Presidente considera, por fim, que tal noticiário especulativo não ajuda o país, na medida em que pode ter como efeito prejudicar o bom andamento de setores da administração pública."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;