Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Primeiro-ministro indiano pede demissao


Do Diário do Grande ABC

17/04/1999 | 15:46


O primeiro-ministro indiano Atal Bihari Vajpayee apresentou nesta sexta-feira sua demissao ao presidente K.R. Narayanan, que lhe pediu que continue no cargo até a formaçao de um novo governo. Vajpayee caiu depois de perder uma votaçao de moçao de confiança no parlamento por apenas um voto, o que abre caminho para que o oposicionista Partido do Congresso, presidido por Sonia Gandhi, tente formar uma nova coalizao de governo.

O resultado de 270 votos contra e 269 a favor de Vajpayee pôs fim ao governo nacionalista hindu instalado há treze meses e que deu prioridade à capacidade nuclear da India. Também começou um novo capítulo nas relaçoes entre Nova Déli e o Paquistao, seu inimigo histórico.

Essa é a segunda vez que Vajpayee deixa o cargo de primeiro-ministro. Em 1996, seu primeiro governo renunciou depois de apenas 13 dias no poder, quando ficou claro que perderia um voto de confiança. Desde entao, a India teve três outros governos.

Acredita-se que o presidente Narayanan convoque neste sabado representantes dos principais partidos para ouvir suas propostas para a formaçao de um novo governo. Se o Partido do Congresso conseguir formar uma coalizao, Sonia Gandhi deverá ser a primeira-ministra. Nascida na Itália, é viúva do primeiro-ministro Rajiv Gandhi e nora da primeira-ministra Indira Gandhi, ambos assassinados. O pai de Indira foi o primeiro chefe de governo do país, Jawaharlal Nehru.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Primeiro-ministro indiano pede demissao

Do Diário do Grande ABC

17/04/1999 | 15:46


O primeiro-ministro indiano Atal Bihari Vajpayee apresentou nesta sexta-feira sua demissao ao presidente K.R. Narayanan, que lhe pediu que continue no cargo até a formaçao de um novo governo. Vajpayee caiu depois de perder uma votaçao de moçao de confiança no parlamento por apenas um voto, o que abre caminho para que o oposicionista Partido do Congresso, presidido por Sonia Gandhi, tente formar uma nova coalizao de governo.

O resultado de 270 votos contra e 269 a favor de Vajpayee pôs fim ao governo nacionalista hindu instalado há treze meses e que deu prioridade à capacidade nuclear da India. Também começou um novo capítulo nas relaçoes entre Nova Déli e o Paquistao, seu inimigo histórico.

Essa é a segunda vez que Vajpayee deixa o cargo de primeiro-ministro. Em 1996, seu primeiro governo renunciou depois de apenas 13 dias no poder, quando ficou claro que perderia um voto de confiança. Desde entao, a India teve três outros governos.

Acredita-se que o presidente Narayanan convoque neste sabado representantes dos principais partidos para ouvir suas propostas para a formaçao de um novo governo. Se o Partido do Congresso conseguir formar uma coalizao, Sonia Gandhi deverá ser a primeira-ministra. Nascida na Itália, é viúva do primeiro-ministro Rajiv Gandhi e nora da primeira-ministra Indira Gandhi, ambos assassinados. O pai de Indira foi o primeiro chefe de governo do país, Jawaharlal Nehru.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;