Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Crise em coalizao pode prejudicar negociaçao com palestinos


Do Diário do Grande ABC

14/05/2000 | 16:03


A coalizao do primeiro-ministro israelense, Ehud Barak, enfrenta uma 'profunda crise', provocada pelas exigências financeiras do partido ultra-ortodoxo Shass, afirmou neste domingo, em Jerusalém, o ministro israelense das Finanças, Abraham Shohat. A crise pode prejudicar o processo de paz com os palestinos.

"Atravessamos uma profunda crise", disse Shohat a uma emissora de rádio, depois de participar, no sábado à noite, de um encontro com ministros trabalhistas na casa de Barak, perto de Tel Aviv.

"Ninguém sabe até que ponto as coisas podem se complicar. O primeiro-ministro deve se concentrar em resolver (o problema), porque nao é possível que a cada dia tenhamos que perguntar se o governo dispoe ou nao de maioria na Knesset (Parlamento)", disse Shohat, se referindo ao conflito existente entre o Shass (que possui 17 dos cerca de 120 deputados), que exige o desembolso imediato de vários milhoes de dólares para superar o déficit em seu sistema escolar, e o partido laico Meretz (10 deputados), que anunciou que deixaria (a coalizao) se Barak cedesse às exigências do Shass.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Crise em coalizao pode prejudicar negociaçao com palestinos

Do Diário do Grande ABC

14/05/2000 | 16:03


A coalizao do primeiro-ministro israelense, Ehud Barak, enfrenta uma 'profunda crise', provocada pelas exigências financeiras do partido ultra-ortodoxo Shass, afirmou neste domingo, em Jerusalém, o ministro israelense das Finanças, Abraham Shohat. A crise pode prejudicar o processo de paz com os palestinos.

"Atravessamos uma profunda crise", disse Shohat a uma emissora de rádio, depois de participar, no sábado à noite, de um encontro com ministros trabalhistas na casa de Barak, perto de Tel Aviv.

"Ninguém sabe até que ponto as coisas podem se complicar. O primeiro-ministro deve se concentrar em resolver (o problema), porque nao é possível que a cada dia tenhamos que perguntar se o governo dispoe ou nao de maioria na Knesset (Parlamento)", disse Shohat, se referindo ao conflito existente entre o Shass (que possui 17 dos cerca de 120 deputados), que exige o desembolso imediato de vários milhoes de dólares para superar o déficit em seu sistema escolar, e o partido laico Meretz (10 deputados), que anunciou que deixaria (a coalizao) se Barak cedesse às exigências do Shass.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;