Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Laudo sobre incêndio em favela recifense sai em dez dias


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

10/09/2005 | 14:53



As 78 famílias que tiveram os barracos destruídos por um incêndio ocorrido na madrugada de sexta-feira na favela Roque Santeiro, em Recife, estão alojadas provisoriamente no Centro Social Urbano, da prefeitura da capital pernambucana. O laudo com as conclusões das análises do incidente só será divulgado em um prazo de 10 dias.

Equipes do Instituto de Criminalística estiveram no local coletando material que poderá identificar as causas do incêndio. Há suspeitas de que o fogo tenha sido provocado por um curto-circuito em um dos barracos.

O fogo, que atingiu 85 moradias, a maioria de madeira, teve início por volta das 2h30, mas não houve registro de vítimas. As chamas só foram controladas pelas equipes do Corpo de Bombeiros por volta das cinco da manhã. Muita gente perdeu tudo, inclusive os documentos. O Instituto de Ação e Cidadania lançou uma campanha para incentivar a população a doar roupas, alimentos, lençóis e colchões para os desabrigados.

A favela Roque Santeiro fica as margens do Rio Capibaribe, na área central da capital pernambucana. Este foi o terceiro incêndio ocorrido na localidade nos últimos cinco anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Laudo sobre incêndio em favela recifense sai em dez dias

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

10/09/2005 | 14:53



As 78 famílias que tiveram os barracos destruídos por um incêndio ocorrido na madrugada de sexta-feira na favela Roque Santeiro, em Recife, estão alojadas provisoriamente no Centro Social Urbano, da prefeitura da capital pernambucana. O laudo com as conclusões das análises do incidente só será divulgado em um prazo de 10 dias.

Equipes do Instituto de Criminalística estiveram no local coletando material que poderá identificar as causas do incêndio. Há suspeitas de que o fogo tenha sido provocado por um curto-circuito em um dos barracos.

O fogo, que atingiu 85 moradias, a maioria de madeira, teve início por volta das 2h30, mas não houve registro de vítimas. As chamas só foram controladas pelas equipes do Corpo de Bombeiros por volta das cinco da manhã. Muita gente perdeu tudo, inclusive os documentos. O Instituto de Ação e Cidadania lançou uma campanha para incentivar a população a doar roupas, alimentos, lençóis e colchões para os desabrigados.

A favela Roque Santeiro fica as margens do Rio Capibaribe, na área central da capital pernambucana. Este foi o terceiro incêndio ocorrido na localidade nos últimos cinco anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;