Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bactéria mortal é descoberta durante manifestação em Washington


Da AFP

02/10/2005 | 15:33


Uma bactéria potencialmente mortal foi descoberta em Washington durante uma manifestação contra a guerra no Iraque que reuniu várias dezenas de milhares de pessoas, revelou no sábado à tarde o diretor sanitário da capital federal americana, Gregg Pane.

Rastros da bactéria "Francisella rularensis", que pode propagar a tularemia, foram descobertos nos dias 24 e 25 de setembro no Mall, informou Pane. O Departamento de Segurança Interior realizou os testes, cujo resultado foi comunicado na sexta-feira.

As autoridades consideram que esta bactéria não foi propagada intencionalmente e que sua presença se explica por razões ambientais, informou neste domingo o jornal The Washington Post.

"Aumentamos nossa vigilância e advertimos aos médicos da região sobre eventuais manifestações" da doença, informou Pane. Acrescentou que os manifestantes com sintomas de pneumonia devem consultar um médico, mesmo acreditando que dificilmente alguém possa ter se contagiado.

A tularemia é uma doença infecciosa que afeta sobretudo as lebres, mas também outros mamíferos. Os humanos podem contrair a doença principalmente depois de manter contato com uma lebre infectada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bactéria mortal é descoberta durante manifestação em Washington

Da AFP

02/10/2005 | 15:33


Uma bactéria potencialmente mortal foi descoberta em Washington durante uma manifestação contra a guerra no Iraque que reuniu várias dezenas de milhares de pessoas, revelou no sábado à tarde o diretor sanitário da capital federal americana, Gregg Pane.

Rastros da bactéria "Francisella rularensis", que pode propagar a tularemia, foram descobertos nos dias 24 e 25 de setembro no Mall, informou Pane. O Departamento de Segurança Interior realizou os testes, cujo resultado foi comunicado na sexta-feira.

As autoridades consideram que esta bactéria não foi propagada intencionalmente e que sua presença se explica por razões ambientais, informou neste domingo o jornal The Washington Post.

"Aumentamos nossa vigilância e advertimos aos médicos da região sobre eventuais manifestações" da doença, informou Pane. Acrescentou que os manifestantes com sintomas de pneumonia devem consultar um médico, mesmo acreditando que dificilmente alguém possa ter se contagiado.

A tularemia é uma doença infecciosa que afeta sobretudo as lebres, mas também outros mamíferos. Os humanos podem contrair a doença principalmente depois de manter contato com uma lebre infectada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;