Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vicentinho e Tião Mateus têm preferência em eleitorado petista

Sondagem interna de rivais em S.Bernardo aponta políticos como mais lembrados do PT para 2016


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

10/01/2015 | 07:33


O deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT), e o ex-presidente da Câmara de São Bernardo Tião Mateus (PT) apareceram em pesquisa interna, realizada por partidos da oposição, como os preferidos do eleitorado petista para liderar a candidatura da legenda na sucessão municipal de 2016. O estudo contraria a vontade do prefeito Luiz Marinho (PT), que afunilou escolha entre o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira e o secretário de Serviços Urbanos, Tarcísio Secoli.

O chefe do Executivo, até o momento, não sinalizou seu favorito. Apenas garantiu que fará sondagens de intenções de voto após o Carnaval para nortear o processo de escolha.

Nos bastidores do Paço e do petismo, comenta-se que o surgimento de Vicentinho e Tião em pesquisa não é tratado como surpresa, muito em razão de seus nomes já terem sido defendidos em reuniões internas sob o argumento da atuação histórica de ambos no movimento sindical e da maior identificação na cidade diante dos prediletos de Marinho.

Também a favor dos parlamentares pesa o currículo nos legislativos federal e municipal. Em outubro, Vicentinho se reelegeu pela quarta vez à Câmara dos Deputados, além de ter ocupado no ano passado o papel de líder da bancada petista. Já Tião, que está na sua quarta legislatura, foi vereador mais votado da cidade em 2012 (6.844 votos), além de ter sido pela terceira vez o líder entre os parlamentares petistas. Outro fator foi o mandato elogiado, inclusive por oposicionistas, à frente da Câmara no biênio 2013-2014.

Comenta-se também que militantes apontam vantagem para vereador e ex-presidente da Câmara em virtual confronto contra o parlamentar federal. Os pontos fracos de Vicentinho são as duas derrotas nas eleições municipais de 2000 (para Maurício Soares, hoje no PT, à época no PSDB) e em 2004 (diante de William Dib, do PSDB, que na ocasião era do PSB), ambas ocorridas no primeiro turno. Há também encolhimento de votos, registrado em outubro. No comparativo com sua primeira eleição para Câmara, em 2002, Vicentinho conquistou 254.221 votos e 12 anos depois garantiu manutenção da cadeira, mas com 89.001 adesões, 65% a menos no comparativo de eleitorado.

Procurados, Vicentinho e Tião não foram localizados.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;