Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bonome é o articulador de S.Caetano

Ricardo Trida/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pinheiro traz para a cidade o ex-homem-forte
de Santo André, no lugar de Sallum Kalil Neto


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

09/01/2015 | 07:00


Ex-homem-forte da Prefeitura de Santo André, Nilson Bonome (PMDB) é o novo articulador político da administração Paulo Pinheiro (PMDB), em São Caetano. A decisão foi anunciada ontem, no Palácio da Cerâmica, pelo chefe do Executivo, que explicou como serão feitas as mudanças no secretariado e o ritmo do governo nos próximos dois anos. Para o prefeito, a partir de agora a administração deve adotar linha mais “política” (veja abaixo entrevista detalhada com o prefeito).

Segundo o chefe do Executivo, Bonome será uma espécie de ‘gerente’ da Prefeitura de São Caetano, coordenando as ações e cobrando os resultados das demais secretarias, além de manter o relacionamento com a classe política da cidade. Na prática, a função do peemedebista será semelhante a que exerceu no governo de Aidan Ravin, na cidade vizinha. Bonome ocupará oficialmente o posto de secretário de Governo, cargo até então exercido por Sallum Kalil Neto, que também era secretário interino de Saúde. Sallum, no entanto, não cuidava da articulação política.

Paulo Pinheiro também anunciou ontem o desligamento de Welington Kalil – filho de Sallum –, do comando do DAE (Departamento de Água e Esgoto). Os dois estavam desde o início da administração, em janeiro de 2013. Oficialmente, ele entra em férias a partir de hoje, mas não retornará mais à função. Sallum e Welington disseram que tudo que foi planejado no período foi executado (leia mais em reportagem abaixo). O comando do DAE ficará interinamente com Luciano Bruno Gardill, que já estava na autarquia e que ocupou o posto no final da gestão de José Auricchio Júnior (PTB). Ainda não há definição se ele será efetivado com a exoneração de Welington, no mês que vem.

A primeira atribuição de Bonome, já a partir de hoje, será iniciar conversas com os vereadores da base aliada e que apoiaram a candidatura de Chico Bento (PP) à presidência da Câmara, vencida por Paulo Bottura (Pros), com apoio da oposição e articulação do ex-prefeito. A meta é conseguir minimizar a crise entre governo e Legislativo e trabalhar para garantir nomes governistas no comando das comissões da Câmara.

Outras mudanças estão programadas para ocorrer na gestão Paulo Pinheiro ainda neste mês. Entre elas, a escolha do novo titular da Saúde – que possivelmente será ocupada pelo médico Jesus Gutierrez. Planejamento também deve mudar de mãos, hoje com Lázaro Leão. O ex-vice-prefeito Walter Figueira Júnior perderá o comando da Pasta de Esporte, que será ocupada pelo vereador Severo Neto (PSB). Mas a mudança só será sacramentada após a definição das comissões da Câmara.

Trabalho passa pela reeleição, diz novo secretário

Para Nilson Bonome, a nova função, que ele ocupará a partir de hoje, terá um grande viés político, com ajustes na gestão nos próximos dois anos, de olho na disputa pela reeleição de Paulo Pinheiro (PMDB), em 2016. “O papel do Sallum já foi muito positivo neste período e agora vamos ampliar esse trabalho. Será um trabalho político efetivo. O prefeito tem mais dois anos de mandato e depois tem direito a disputar a reeleição. Esse é o nosso projeto a partir de agora, a construção de um trabalho que possa ter continuidade”, explica o novo secretário de governo.

O ex-homem-forte de Santo André revelou ontem que, desde que iniciou o contato com o prefeito, já começou a atuar no diálogo com os vereadores e já encontrou, segundo ele, boa receptividade. “Temos feito essas conversas e a partir de agora vamos intensificar. Temos de trabalhar de todas as formas que a gente tenha êxito nesse propósito”. O peemedebista confirmou que uma das primeiras missões será conseguir destaque da base governistas nas comissões de Finanças e de Justiça do Legislativo. “Vamos fazer de tudo para que o governo possa ter os vereadores da base aliada nas duas comissões da Câmara. Isso nós vamos construir com os parlamentares”, diz. A escolha dos representantes será feita no fim do mês.

Para Bonome, a experiência em Santo André será fundamental para o trabalho na cidade vizinha. “Agradeço ao prefeito pela confiança e vou exercer essa função com muita dedicação. Esse foi o meu papel em Santo André, onde também fui secretário de Saúde e Finanças. Estou animado e bastante disposto”, afirma o peemedebista, que disputou a Prefeitura de Santo André, em 2012, e foi candidato a deputado estadual no ano passado.

CONFIRA ENTREVISTA COM PINHEIRO

Prefeito, qual o objetivo desta reforma administrativa, que o senhor inicia agora?
A maioria dos governos muda nos últimos dois anos. Minha intenção é mostrar mudança na forma de atuar do governo. Não é uma reforma contra nenhum secretário, mas importante para que a gente tenha uma dinâmica diferente. São várias secretarias em que faremos mudanças políticas, para que a gente possa mudar positivamente nos últimos dois anos do governo.

Como foi a decisão de trocar o comando da Secretaria de Governo, com Sallum Kalil Neto, e do DAE, com o Welington Kalil?
Conversei com os dois ontem (quarta-feira) e expliquei que a mudança não está ligada ao trabalho deles. Sallum foi meu braço-direito e sempre me ajudou. Mas fiz entender a nossa necessidade de mudança. Esse momento é oportuno para isso. E eles concordaram e entenderam nossa decisão. Foi uma conversa franca, leal, de pessoas que querem o bem de São Caetano. Esse grupo continua com a mesma confiança. Não é porque saiu do governo que perde a confiança. A amizade e a ajuda deles para o meu governo irão continuar.

O balanço, então, é positivo, do período em que eles atuaram na administração do senhor?
Saldo totalmente positivo. Não é porque eles fizeram algo contrário à nossa filosofia. É por mudança de gestão que a gente vai fazer, com uma ação mais política.

Como será essa mudança na administração?
Será mudança de atividade. Há cargos que a partir de agora serão políticos. Começamos a gestão só com cargos técnicos. Agora terão políticos. A gente vai pensar politicamente nos próximos dois anos.

Isso será feito já pensando na disputa pela reeleição, em 2016?
A princípio, é pensando na mudança estrutural para a população sentir. Os moradores vão perceber que mudou, e para melhor. O objetivo é que a população sinta que será diferente nos próximos dois anos.

Então dá para dizer que o senhor será ainda mais atuante a partir de agora?
Eu sempre fui atuante, mas atuando mais no momento de crise no início da gestão. Melhoramos em todos os setores. Os indicadores mostram isso. Segurança foi a que mais mudou neste período e era uma das principais reclamações da população de São Caetano.

Quando o senhor fala em gestão mais política, significa uma relação melhor com o Legislativo?
Também. Relação melhor com os vereadores, com as pessoas que querem estar do meu lado. A gente quer construir uma cidade melhor para a população. Com essas mudanças, virão pessoas diferentes mas com os pensamentos e propósitos iguais.

Nilson Bonome assumirá agora este trabalho na articulação política de São Caetano. Qual será efetivamente o papel dele na administração do senhor?
Conheço o Nilson Bonome de muitos anos e sei de sua capacidade de tomar a frente desta tarefa que ele vai assumir a partir de amanhã (hoje). Ele vai gerenciar a parte política e a administrativa, de cobrar o trabalho das demais secretarias. Vou aproveitar o potencial enorme do Bonome, que passa a ser o nosso novo articulador político e responsável pelo gerenciamento dos departamentos da Prefeitura. Será o meu gerente. Sallum não tinha a parte política na Secretaria de Governo, mas o Bonome fará isso muito, aproveitando sua expertise.

O senhor já definiu quais serão as primeiras missões de Bonome na administração?
Vamos conversar bastante, mas esta questão da Câmara é uma das prioridades.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bonome é o articulador de S.Caetano

Pinheiro traz para a cidade o ex-homem-forte
de Santo André, no lugar de Sallum Kalil Neto

Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

09/01/2015 | 07:00


Ex-homem-forte da Prefeitura de Santo André, Nilson Bonome (PMDB) é o novo articulador político da administração Paulo Pinheiro (PMDB), em São Caetano. A decisão foi anunciada ontem, no Palácio da Cerâmica, pelo chefe do Executivo, que explicou como serão feitas as mudanças no secretariado e o ritmo do governo nos próximos dois anos. Para o prefeito, a partir de agora a administração deve adotar linha mais “política” (veja abaixo entrevista detalhada com o prefeito).

Segundo o chefe do Executivo, Bonome será uma espécie de ‘gerente’ da Prefeitura de São Caetano, coordenando as ações e cobrando os resultados das demais secretarias, além de manter o relacionamento com a classe política da cidade. Na prática, a função do peemedebista será semelhante a que exerceu no governo de Aidan Ravin, na cidade vizinha. Bonome ocupará oficialmente o posto de secretário de Governo, cargo até então exercido por Sallum Kalil Neto, que também era secretário interino de Saúde. Sallum, no entanto, não cuidava da articulação política.

Paulo Pinheiro também anunciou ontem o desligamento de Welington Kalil – filho de Sallum –, do comando do DAE (Departamento de Água e Esgoto). Os dois estavam desde o início da administração, em janeiro de 2013. Oficialmente, ele entra em férias a partir de hoje, mas não retornará mais à função. Sallum e Welington disseram que tudo que foi planejado no período foi executado (leia mais em reportagem abaixo). O comando do DAE ficará interinamente com Luciano Bruno Gardill, que já estava na autarquia e que ocupou o posto no final da gestão de José Auricchio Júnior (PTB). Ainda não há definição se ele será efetivado com a exoneração de Welington, no mês que vem.

A primeira atribuição de Bonome, já a partir de hoje, será iniciar conversas com os vereadores da base aliada e que apoiaram a candidatura de Chico Bento (PP) à presidência da Câmara, vencida por Paulo Bottura (Pros), com apoio da oposição e articulação do ex-prefeito. A meta é conseguir minimizar a crise entre governo e Legislativo e trabalhar para garantir nomes governistas no comando das comissões da Câmara.

Outras mudanças estão programadas para ocorrer na gestão Paulo Pinheiro ainda neste mês. Entre elas, a escolha do novo titular da Saúde – que possivelmente será ocupada pelo médico Jesus Gutierrez. Planejamento também deve mudar de mãos, hoje com Lázaro Leão. O ex-vice-prefeito Walter Figueira Júnior perderá o comando da Pasta de Esporte, que será ocupada pelo vereador Severo Neto (PSB). Mas a mudança só será sacramentada após a definição das comissões da Câmara.

Trabalho passa pela reeleição, diz novo secretário

Para Nilson Bonome, a nova função, que ele ocupará a partir de hoje, terá um grande viés político, com ajustes na gestão nos próximos dois anos, de olho na disputa pela reeleição de Paulo Pinheiro (PMDB), em 2016. “O papel do Sallum já foi muito positivo neste período e agora vamos ampliar esse trabalho. Será um trabalho político efetivo. O prefeito tem mais dois anos de mandato e depois tem direito a disputar a reeleição. Esse é o nosso projeto a partir de agora, a construção de um trabalho que possa ter continuidade”, explica o novo secretário de governo.

O ex-homem-forte de Santo André revelou ontem que, desde que iniciou o contato com o prefeito, já começou a atuar no diálogo com os vereadores e já encontrou, segundo ele, boa receptividade. “Temos feito essas conversas e a partir de agora vamos intensificar. Temos de trabalhar de todas as formas que a gente tenha êxito nesse propósito”. O peemedebista confirmou que uma das primeiras missões será conseguir destaque da base governistas nas comissões de Finanças e de Justiça do Legislativo. “Vamos fazer de tudo para que o governo possa ter os vereadores da base aliada nas duas comissões da Câmara. Isso nós vamos construir com os parlamentares”, diz. A escolha dos representantes será feita no fim do mês.

Para Bonome, a experiência em Santo André será fundamental para o trabalho na cidade vizinha. “Agradeço ao prefeito pela confiança e vou exercer essa função com muita dedicação. Esse foi o meu papel em Santo André, onde também fui secretário de Saúde e Finanças. Estou animado e bastante disposto”, afirma o peemedebista, que disputou a Prefeitura de Santo André, em 2012, e foi candidato a deputado estadual no ano passado.

CONFIRA ENTREVISTA COM PINHEIRO

Prefeito, qual o objetivo desta reforma administrativa, que o senhor inicia agora?
A maioria dos governos muda nos últimos dois anos. Minha intenção é mostrar mudança na forma de atuar do governo. Não é uma reforma contra nenhum secretário, mas importante para que a gente tenha uma dinâmica diferente. São várias secretarias em que faremos mudanças políticas, para que a gente possa mudar positivamente nos últimos dois anos do governo.

Como foi a decisão de trocar o comando da Secretaria de Governo, com Sallum Kalil Neto, e do DAE, com o Welington Kalil?
Conversei com os dois ontem (quarta-feira) e expliquei que a mudança não está ligada ao trabalho deles. Sallum foi meu braço-direito e sempre me ajudou. Mas fiz entender a nossa necessidade de mudança. Esse momento é oportuno para isso. E eles concordaram e entenderam nossa decisão. Foi uma conversa franca, leal, de pessoas que querem o bem de São Caetano. Esse grupo continua com a mesma confiança. Não é porque saiu do governo que perde a confiança. A amizade e a ajuda deles para o meu governo irão continuar.

O balanço, então, é positivo, do período em que eles atuaram na administração do senhor?
Saldo totalmente positivo. Não é porque eles fizeram algo contrário à nossa filosofia. É por mudança de gestão que a gente vai fazer, com uma ação mais política.

Como será essa mudança na administração?
Será mudança de atividade. Há cargos que a partir de agora serão políticos. Começamos a gestão só com cargos técnicos. Agora terão políticos. A gente vai pensar politicamente nos próximos dois anos.

Isso será feito já pensando na disputa pela reeleição, em 2016?
A princípio, é pensando na mudança estrutural para a população sentir. Os moradores vão perceber que mudou, e para melhor. O objetivo é que a população sinta que será diferente nos próximos dois anos.

Então dá para dizer que o senhor será ainda mais atuante a partir de agora?
Eu sempre fui atuante, mas atuando mais no momento de crise no início da gestão. Melhoramos em todos os setores. Os indicadores mostram isso. Segurança foi a que mais mudou neste período e era uma das principais reclamações da população de São Caetano.

Quando o senhor fala em gestão mais política, significa uma relação melhor com o Legislativo?
Também. Relação melhor com os vereadores, com as pessoas que querem estar do meu lado. A gente quer construir uma cidade melhor para a população. Com essas mudanças, virão pessoas diferentes mas com os pensamentos e propósitos iguais.

Nilson Bonome assumirá agora este trabalho na articulação política de São Caetano. Qual será efetivamente o papel dele na administração do senhor?
Conheço o Nilson Bonome de muitos anos e sei de sua capacidade de tomar a frente desta tarefa que ele vai assumir a partir de amanhã (hoje). Ele vai gerenciar a parte política e a administrativa, de cobrar o trabalho das demais secretarias. Vou aproveitar o potencial enorme do Bonome, que passa a ser o nosso novo articulador político e responsável pelo gerenciamento dos departamentos da Prefeitura. Será o meu gerente. Sallum não tinha a parte política na Secretaria de Governo, mas o Bonome fará isso muito, aproveitando sua expertise.

O senhor já definiu quais serão as primeiras missões de Bonome na administração?
Vamos conversar bastante, mas esta questão da Câmara é uma das prioridades.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;