Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O comércio. E uma casa de mágicas

A história do comércio do Grande ABC tem algumas fases, antes e depois da estrada de ferro


Ademir Medici

09/01/2015 | 07:00


A história do comércio do Grande ABC tem algumas fases, antes e depois da estrada de ferro; antes e depois da Via Anchieta; antes e depois do sistema de trólebus (Corredor ABD).

A fase anterior à ferrovia mostra os estabelecimentos ao longo do Caminho do Mar, a longa serpente da Estrada do Vergueiro, interligando a Praça da Sé ao Porto de Santos, cruzando a Borda do Campo e a Freguesia de São Bernardo. Ao longo da estrada concentravam-se desde os portais dos pedágios até vendas e tabernas, além dos pousos para tropas e tropeiros.

A fase posterior à passagem da estrada de ferro faz surgir o comércio forte de Santo André. Todos acorriam ao município para as compras no eixo da estação até o Ipiranguinha, subindo a Oliveira Lima. Havia mais variedade e os preços das mercadorias eram mais atrativos.

Com a Via Anchieta, chegam as montadoras e suas subsidiárias. E o comércio avoluma-se em São Bernardo.

Com o sistema de trólebus ficou mais ágil a interligação entre Jabaquara e São Mateus, servindo as várias cidades.

Um capítulo à parte, São Caetano, cujos cinemas atraíam a todos, inclusive vizinhos de bairros paulistanos, que vinham assistir aos últimos lançamentos e aproveitavam para comprar nas nascentes galerias – fortes ainda hoje.

Mauá e Diadema tornaram-se igualmente fortes comercialmente. E há um público gigantesco que hoje se desloca para as duas cidades, vindo de outras localidades, atrás de lojas populares que vendem bem e a bom custo.

Por tudo isso que, em mais de 27 anos de página Memória, recebemos sempre informações e ilustrações sobre o comércio estabelecido no Grande ABC. A mais recente chega em forma de correspondência do tempo do mil réis. Um achado, um presente do pesquisador Zizzo Bettega, que faz a identificação.

 

Em 9 de janeiro de...

A guerra. Da manchete do Estadão: ‘Os alemães desenvolvem grande atividade na Bélgica e na região de Arras’.

Realizado no Teatro Municipal de São Paulo um grande baile em favor dos belgas e da Cruz Vermelha.

Procedente de Santos, fixa residência em Santo André, nos arredores da cidade, Luiz Suplicy. Sua chácara ficava próxima à do Senador Flaquer, onde está hoje a EE Américo Brasiliense, no Centro.

João Cabral de Melo Neto, poeta e diplomata, nasce em Recife, Pernambuco.

O vereador Francisco Perrone, presidente da Câmara de São Bernardo, retira o seu pedido de renúncia ao cargo e ao Legislativo.

Arthur Garbelotto recebe o título de ‘sócio benemérito’ do São Caetano Esporte Clube.

O cantor Elvis Presley nasce em East Tupelo, Mississippi, nos Estados Unidos.

Lançada a pedra fundamental das Indústrias Eletrocloro, entre as estações férreas de Rio Grande e Campo Grande, hoje área de Santo André denominada Corredor Polonês.

Prefeitura de Santo André inaugura sua sala de imprensa, a primeira que se tem notícia no Grande ABC.

Enchentes atingem a IAP, indústria agropecuária da Avenida Industrial, e o bairro Santa Terezinha, em Santo André.

Serviço de Água e Esgoto de São Caetano ganha o status de autarquia. Surge o DAE.

Costinha inicia temporada no Teatro Municipal de Santo André com a comédia Costinha na Identidade.

Advogado André Avelino Coelho pede demissão do cargo de secretário de Governo em São Bernardo.

Federação Paulista de Futebol convida o Saad, de São Caetano, a participar do próximo Campeonato Paulista, chamado Paulistão.

 

Brasil-Bolívia

Em 5 de janeiro de 1955 era solenemente inaugurada a interligação ferroviária Brasil-Bolívia, com a presença dos presidentes João Café Filho e Victor Estenssoro. Iniciava-se uma aventura de 4.000 quilômetros. Para a juventude, torna-se moda se meter por uma viagem interminável.

Oficialmente, a estrada Brasil-Bolívia entrou em atividade seguindo de Santos a Santa Cruz de La Sierra.

 

Quarta-feira, 9 de janeiro de 1985 – ano 27, nº 5718

Manchete – (Celso) Furtado: excedente da balança ficará no Brasil. O economista adiantava planos do governo Tancredo Neves, eleito presidente do Brasil.

Grande ABC – As favelas de São Bernardo, Diadema e Mauá passarão, neste ano, a contar com iluminação pública, desde que possuam infraestrutura necessária, seguindo exigência da Eletropaulo.

São Caetano – Iniciadas obras no Buracão da Cerâmica.

Crônica (Diógenes Silva) – Comilança, fome e pouca vergonha.

 

Santos do Dia

Santo Adriano (Norte da África, 635 – Inglaterra, 710). Abade do mosteiro de São Pedro de Canterbury. Estudioso da Sagrada Família. Profundo conhecedor do grego e do latim. Professor de Ciências Humanas e Teologia. Viveu durante 39 anos na Inglaterra, a serviço da Igreja.

Marciana

Félix

Vidal

 

Hoje

Dia do Fico

Dia do Astronauta



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O comércio. E uma casa de mágicas

A história do comércio do Grande ABC tem algumas fases, antes e depois da estrada de ferro

Ademir Medici

09/01/2015 | 07:00


A história do comércio do Grande ABC tem algumas fases, antes e depois da estrada de ferro; antes e depois da Via Anchieta; antes e depois do sistema de trólebus (Corredor ABD).

A fase anterior à ferrovia mostra os estabelecimentos ao longo do Caminho do Mar, a longa serpente da Estrada do Vergueiro, interligando a Praça da Sé ao Porto de Santos, cruzando a Borda do Campo e a Freguesia de São Bernardo. Ao longo da estrada concentravam-se desde os portais dos pedágios até vendas e tabernas, além dos pousos para tropas e tropeiros.

A fase posterior à passagem da estrada de ferro faz surgir o comércio forte de Santo André. Todos acorriam ao município para as compras no eixo da estação até o Ipiranguinha, subindo a Oliveira Lima. Havia mais variedade e os preços das mercadorias eram mais atrativos.

Com a Via Anchieta, chegam as montadoras e suas subsidiárias. E o comércio avoluma-se em São Bernardo.

Com o sistema de trólebus ficou mais ágil a interligação entre Jabaquara e São Mateus, servindo as várias cidades.

Um capítulo à parte, São Caetano, cujos cinemas atraíam a todos, inclusive vizinhos de bairros paulistanos, que vinham assistir aos últimos lançamentos e aproveitavam para comprar nas nascentes galerias – fortes ainda hoje.

Mauá e Diadema tornaram-se igualmente fortes comercialmente. E há um público gigantesco que hoje se desloca para as duas cidades, vindo de outras localidades, atrás de lojas populares que vendem bem e a bom custo.

Por tudo isso que, em mais de 27 anos de página Memória, recebemos sempre informações e ilustrações sobre o comércio estabelecido no Grande ABC. A mais recente chega em forma de correspondência do tempo do mil réis. Um achado, um presente do pesquisador Zizzo Bettega, que faz a identificação.

 

Em 9 de janeiro de...

A guerra. Da manchete do Estadão: ‘Os alemães desenvolvem grande atividade na Bélgica e na região de Arras’.

Realizado no Teatro Municipal de São Paulo um grande baile em favor dos belgas e da Cruz Vermelha.

Procedente de Santos, fixa residência em Santo André, nos arredores da cidade, Luiz Suplicy. Sua chácara ficava próxima à do Senador Flaquer, onde está hoje a EE Américo Brasiliense, no Centro.

João Cabral de Melo Neto, poeta e diplomata, nasce em Recife, Pernambuco.

O vereador Francisco Perrone, presidente da Câmara de São Bernardo, retira o seu pedido de renúncia ao cargo e ao Legislativo.

Arthur Garbelotto recebe o título de ‘sócio benemérito’ do São Caetano Esporte Clube.

O cantor Elvis Presley nasce em East Tupelo, Mississippi, nos Estados Unidos.

Lançada a pedra fundamental das Indústrias Eletrocloro, entre as estações férreas de Rio Grande e Campo Grande, hoje área de Santo André denominada Corredor Polonês.

Prefeitura de Santo André inaugura sua sala de imprensa, a primeira que se tem notícia no Grande ABC.

Enchentes atingem a IAP, indústria agropecuária da Avenida Industrial, e o bairro Santa Terezinha, em Santo André.

Serviço de Água e Esgoto de São Caetano ganha o status de autarquia. Surge o DAE.

Costinha inicia temporada no Teatro Municipal de Santo André com a comédia Costinha na Identidade.

Advogado André Avelino Coelho pede demissão do cargo de secretário de Governo em São Bernardo.

Federação Paulista de Futebol convida o Saad, de São Caetano, a participar do próximo Campeonato Paulista, chamado Paulistão.

 

Brasil-Bolívia

Em 5 de janeiro de 1955 era solenemente inaugurada a interligação ferroviária Brasil-Bolívia, com a presença dos presidentes João Café Filho e Victor Estenssoro. Iniciava-se uma aventura de 4.000 quilômetros. Para a juventude, torna-se moda se meter por uma viagem interminável.

Oficialmente, a estrada Brasil-Bolívia entrou em atividade seguindo de Santos a Santa Cruz de La Sierra.

 

Quarta-feira, 9 de janeiro de 1985 – ano 27, nº 5718

Manchete – (Celso) Furtado: excedente da balança ficará no Brasil. O economista adiantava planos do governo Tancredo Neves, eleito presidente do Brasil.

Grande ABC – As favelas de São Bernardo, Diadema e Mauá passarão, neste ano, a contar com iluminação pública, desde que possuam infraestrutura necessária, seguindo exigência da Eletropaulo.

São Caetano – Iniciadas obras no Buracão da Cerâmica.

Crônica (Diógenes Silva) – Comilança, fome e pouca vergonha.

 

Santos do Dia

Santo Adriano (Norte da África, 635 – Inglaterra, 710). Abade do mosteiro de São Pedro de Canterbury. Estudioso da Sagrada Família. Profundo conhecedor do grego e do latim. Professor de Ciências Humanas e Teologia. Viveu durante 39 anos na Inglaterra, a serviço da Igreja.

Marciana

Félix

Vidal

 

Hoje

Dia do Fico

Dia do Astronauta

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;