Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Tarifa de ônibus na região deve subir a R$ 3,50 a partir do dia 6

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Anúncio de aumento da passagem na Capital
norteará decisão dos prefeitos das sete cidades


Camila Galvez
Do Diário do Grande ABC

27/12/2014 | 07:00


As tarifas dos ônibus municipais do Grande ABC devem subir de R$ 3 para R$ 3,50 a partir do dia 6. Isso porque o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou ontem que a passagem irá para este valor a partir da data no município. Em reunião no Consórcio Intermunicipal, realizada na última semana, os sete prefeitos haviam decidido nortear o reajuste da região com base no da Capital.

No encontro, realizado no dia 23, foi definido ainda que, a partir de janeiro, será oferecida gratuidade nos sistemas municipais de Transporte para todos os estudantes que hoje têm direito a desconto de 50% na tarifa. De acordo com o prefeito de São Bernardo e presidente do Consórcio, Luiz Marinho (PT), além de prever custos com salários e manutenção da frota, o aumento das passagens incluirá também valor suficiente para subsidiar o passe livre dos alunos. Na Capital, o subsídio municipal deve chegar a R$ 1,7 bilhão em 2015.

ESTADO

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também confirmou ontem que haverá aumento na tarifa de Metrô e trens em 2015. O valor, que pode ficar entre R$ 3,40 e R$ 3,50, não foi confirmado. “Ela (a tarifa) deve ser reajustada porque já não houve aumento neste ano nem em 2013. Então, é natural que haja esse reajuste agora”, afirmou.

Alckmin disse ainda que há estudos para implementação do passe livre estudantil no Metrô e na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) no próximo ano, assim como anunciado por Haddad para a Capital e pelos prefeitos das sete cidades para o Transporte regional.

O governador, no entanto, não detalhou se haveria algum limite de renda ou se a passagem valerá tanto para estudantes de escola pública quanto privada. Também não foram fornecidos detalhes sobre que tipo de remanejamento no Orçamento será feito para tornar a gratuidade sustentável. Na Capital, de acordo com o secretário de Transporte Jilmar Tatto, todos os estudantes de escola pública terão gratuidade para utilizar ônibus e haverá um limite de renda para alunos que sejam oriundos de instituições privadas. (com Estadão Conteúdo) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tarifa de ônibus na região deve subir a R$ 3,50 a partir do dia 6

Anúncio de aumento da passagem na Capital
norteará decisão dos prefeitos das sete cidades

Camila Galvez
Do Diário do Grande ABC

27/12/2014 | 07:00


As tarifas dos ônibus municipais do Grande ABC devem subir de R$ 3 para R$ 3,50 a partir do dia 6. Isso porque o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou ontem que a passagem irá para este valor a partir da data no município. Em reunião no Consórcio Intermunicipal, realizada na última semana, os sete prefeitos haviam decidido nortear o reajuste da região com base no da Capital.

No encontro, realizado no dia 23, foi definido ainda que, a partir de janeiro, será oferecida gratuidade nos sistemas municipais de Transporte para todos os estudantes que hoje têm direito a desconto de 50% na tarifa. De acordo com o prefeito de São Bernardo e presidente do Consórcio, Luiz Marinho (PT), além de prever custos com salários e manutenção da frota, o aumento das passagens incluirá também valor suficiente para subsidiar o passe livre dos alunos. Na Capital, o subsídio municipal deve chegar a R$ 1,7 bilhão em 2015.

ESTADO

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também confirmou ontem que haverá aumento na tarifa de Metrô e trens em 2015. O valor, que pode ficar entre R$ 3,40 e R$ 3,50, não foi confirmado. “Ela (a tarifa) deve ser reajustada porque já não houve aumento neste ano nem em 2013. Então, é natural que haja esse reajuste agora”, afirmou.

Alckmin disse ainda que há estudos para implementação do passe livre estudantil no Metrô e na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) no próximo ano, assim como anunciado por Haddad para a Capital e pelos prefeitos das sete cidades para o Transporte regional.

O governador, no entanto, não detalhou se haveria algum limite de renda ou se a passagem valerá tanto para estudantes de escola pública quanto privada. Também não foram fornecidos detalhes sobre que tipo de remanejamento no Orçamento será feito para tornar a gratuidade sustentável. Na Capital, de acordo com o secretário de Transporte Jilmar Tatto, todos os estudantes de escola pública terão gratuidade para utilizar ônibus e haverá um limite de renda para alunos que sejam oriundos de instituições privadas. (com Estadão Conteúdo) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;