Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tamires dribla saudade e brilha com a Seleção

Rafael Ribeiro/CBF Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Moradora de Sto.André suporta distância do marido
para se destacar na lateral esquerda do time de Vadão


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

26/12/2014 | 07:00


Uma parcela do título da Seleção Brasileira no Torneio Internacional de Futebol Feminino, conquistado domingo, após empate por 0 a 0 diante dos Estados Unidos, em Brasília, pertence ao Grande ABC. A lateral-esquerda Tamires, titular no grupo comandado pelo técnico Vadão, mora em Santo André e foi um dos destaques do time.

Antes de chegar ao topo, porém, a jogadora teve de enfrentar diversos percalços na carreira, que chegou a ser paralisada por quase quatro anos. “Parei em 2011, quando engravidei do meu filho Bernardo e fiquei afastada durante a gestação. Um ano depois voltei no Atlético-MG, mas após uma temporada interrompi novamente a carreira para acompanhar meu marido, César, que também é jogador e estava atuando em outro Estado”, explica Tamires.

Foi justamente quando César, mais conhecido como Cesinha, veio jogar pelo São Bernardo, em 2013, que Tamires retomou a carreira. “Gostei da região, vim morar em Santo André e consegui uma vaga no time do Centro Olímpico (em São Paulo). Como estávamos bem perto, tudo ficou mais fácil”, conta a jogadora.

Pouco depois, porém, Cesinha seguiu a carreira, foi jogar no URT (Minas Gerais) e agora atua pelo Funorte, equipe sediada em Montes Claros (Minas Gerais). Tamires, porém, segue firme a carreira. “Agora é uma situação diferente, estamos na véspera da Copa do Mundo e um ano e meio para os Jogos Olímpicos. O jeito é segurar a saudade para conseguir realizar nossos objetivos”, comenta.

Ter um marido que joga futebol e acompanha sua carreira, aliás, é um diferencial, segundo Tamires. “O César sempre assiste aos meus jogos e me dá toques. Isso é muito bom porque é uma visão masculina dos fatos, assim como é a do nosso técnico Vadão. Sempre que podemos conversamos sobre futebol e isso é muito importante para mim”, ressalta a jogadora.

FUTURO

Tamires vê com bons olhos a temporada 2015 da Seleção Brasileira. Ela ficou animada após o título invicto do Torneio Internacional, conquistado em Brasília. “Foi muito importante enfrentar os Estados Unidos, que vieram com a equipe completa, e também a China, que vem evoluindo muito rápido. Fomos campeãs e isso dá muita moral para os próximos compromissos que teremos pela frente”, diz Tamires, que em 2014 também faturou a Copa América com a amarelinha.

Em 2015, a Seleção Brasileira vai disputar a Algarve Cup, de 4 a 11 de março, em Portugal, a Copa do Mundo, entre 6 de junho e 5 de julho, no Canadá e logo na sequência os Jogos Pan-Americanos, no mesmo País, entre 10 e 26 de julho. O grande objetivo, porém, é o topo do pódio nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

“Estamos fazendo uma ótima preparação e não queremos deixar essa medalha de ouro olímpica escapar na nossa casa, por isso vale qualquer sacrifício”, finaliza Tamires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;