Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Polícia suspeita que agência vende pacotes de viagem falsos


Leone Farias

20/12/2014 | 07:03


A publicitária Danielle Berti Ortali Siwi, 38 anos, estava ansiosa para a viagem deste fim de ano. Convenceu toda sua família e pretendia passar o Réveillon em Punta Cana (República Dominicana) com dez parentes. Mas, até ontem, ela ainda não tinha certeza de que o passeio aconteceria. Ela suspeita que a agência de turismo Thai Tour, de São Caetano, vendeu pacotes falsos e, por isso, registrou BO (Boletim de Ocorrência) na delegacia de Polícia Civil da Avenida Goiás (1º DP).

O grupo de Danielle gastou cerca de R$ 150 mil com a agência, mas até ontem não teve confirmações de passagens, reservas de hotéis ou dólares de câmbio. “Só eu pedi para trocarem US$ 2.500.” Segundo o delegado assistente Cristiano Luiz Ferreira, quatro BOs já tinham sido registrados, nesta semana, referentes a grupos de famílias que compraram pacotes na agência. “Quem se sentir lesado pode procurar a Polícia Civil, que irá ouvir todos.”

“Fizemos uma pequena busca nos documentos apresentados e não havia reservas dos voos e hotéis com tais números. Pelo o que parece, temos oficialmente um problema”, disse Ferreira, destacando que, por ora, são apenas suspeitas. A polícia ainda não encontrou a proprietária da agência, Thais Fernanda Barsi. “Vamos mandar uma intimação oficial (a Thais). Tentamos contato informal, porque de repente as reservas estariam em outros nomes.”

Ferreira informou que ouvirá todos aqueles que se sentirem lesados por situação parecida, abrirá inquérito e, provavelmente, enviará para a Justiça nas primeiras semanas de janeiro. A equipe do Diário tentou contato com Thais, que por sua vez não atendeu aos telefonemas no celular e na agência que, segundo Danielle, está com um papel informando que o local está temporariamente sem atividade.

Atualmente, o Ministério do Turismo mantém o site cadastur.turismo.gov.br, para que os consumidores consultem se as agências estão cadastradas pela Pasta. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia suspeita que agência vende pacotes de viagem falsos

Leone Farias

20/12/2014 | 07:03


A publicitária Danielle Berti Ortali Siwi, 38 anos, estava ansiosa para a viagem deste fim de ano. Convenceu toda sua família e pretendia passar o Réveillon em Punta Cana (República Dominicana) com dez parentes. Mas, até ontem, ela ainda não tinha certeza de que o passeio aconteceria. Ela suspeita que a agência de turismo Thai Tour, de São Caetano, vendeu pacotes falsos e, por isso, registrou BO (Boletim de Ocorrência) na delegacia de Polícia Civil da Avenida Goiás (1º DP).

O grupo de Danielle gastou cerca de R$ 150 mil com a agência, mas até ontem não teve confirmações de passagens, reservas de hotéis ou dólares de câmbio. “Só eu pedi para trocarem US$ 2.500.” Segundo o delegado assistente Cristiano Luiz Ferreira, quatro BOs já tinham sido registrados, nesta semana, referentes a grupos de famílias que compraram pacotes na agência. “Quem se sentir lesado pode procurar a Polícia Civil, que irá ouvir todos.”

“Fizemos uma pequena busca nos documentos apresentados e não havia reservas dos voos e hotéis com tais números. Pelo o que parece, temos oficialmente um problema”, disse Ferreira, destacando que, por ora, são apenas suspeitas. A polícia ainda não encontrou a proprietária da agência, Thais Fernanda Barsi. “Vamos mandar uma intimação oficial (a Thais). Tentamos contato informal, porque de repente as reservas estariam em outros nomes.”

Ferreira informou que ouvirá todos aqueles que se sentirem lesados por situação parecida, abrirá inquérito e, provavelmente, enviará para a Justiça nas primeiras semanas de janeiro. A equipe do Diário tentou contato com Thais, que por sua vez não atendeu aos telefonemas no celular e na agência que, segundo Danielle, está com um papel informando que o local está temporariamente sem atividade.

Atualmente, o Ministério do Turismo mantém o site cadastur.turismo.gov.br, para que os consumidores consultem se as agências estão cadastradas pela Pasta. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;