Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Pizzaria Vero Verde será indiciada pela Aeronáutica


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

13/12/2014 | 07:00


 A Pizzaria Vero Verde, localizada em Santo André, inovou ao realizar entrega de pizza por meio de drone (pequeno avião não tripulado e movido por controle remoto) na cobertura de prédio no mesmo bairro do estabelecimento, o Jardim. A artimanha, que rendeu inúmeros cliques no vídeo postado na internet com a filmagem da entrega, no entanto, não agradou à Aeronáutica, que vai enviar denúncia ao Ministério Público Federal, “para aplicação de penalidades previstas no Código Penal”.

 “Nenhuma aeronave remotamente pilotada, seja ela de aplicação civil ou militar, poderá decolar sem a autorização do Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), que é o órgão competente para legislar sobre o uso do espaço aéreo. Entretanto, para as aeronaves não certificadas é aplicado o Cave (Certificado de Autorização de Voo Experimental), cuja análise, aprovação e emissão cabe à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)”, afirmou a FAB (Força Aérea Brasileira).

 Procurada, a Anac informou que teve ciência do caso, que foi encaminhado à área responsável para apuração, por isso, naquele momento, não tinha condições de dizer se a operação tinha sido feita legalmente. 

 Para a utilização de um drone, a agência ressalta que, no entanto, o responsável deve solicitar o Cave do equipamento à Anac, além de realizar operações dentro dos limites de uma aeronave experimental. “Para que seja feito uso comercial e em áreas povoadas, o usuário deve aguardar a regulamentação que deve entrar em audiência pública em breve. É importante ressaltar que a regulamentação sobre o uso de drones está sendo estudada no mundo inteiro, para que os normativos sejam preparados para atender a demanda atual, visando a segurança das operações. A Anac está em processo de desenvolvimento da proposta de regulamentação de operações não experimentais de sistemas de aeronaves remotamente pilotadas civis em áreas segregadas”, disse, 

 A proposta deverá ser submetida ao processo de audiência pública durante o primeiro semestre de 2015. Até então, a Anac informa que avaliará caso a caso os requerimentos para esse tipo de operação.

 Procurado para comentar o assunto, o sócio-proprietário da casa Ernesto Junior não foi localizado.

EXPERIÊNCIA 

 O drone utilizado no teste foi da marca DJI, modelo F550, de aproximadamente 500 gramas e com capacidade para percorrer raio de 1,5 quilômetro de distância a 40 km/h. Esta foi a primeira vez que uma pizzaria fez esse tipo de experiência no Brasil. No Exterior, já existem relatos de entrega de pizza e até cerveja por meio de aviões pequenos não triplulados no Reino Unido.

 Assista à experiência em que a pequena aeronave entregou uma pizza de pepperoni em cinco minutos, enquanto se fosse entregue por um motoqueiro, levaria o dobro do tempo, por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=6cqR8fUwXH0.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pizzaria Vero Verde será indiciada pela Aeronáutica

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

13/12/2014 | 07:00


 A Pizzaria Vero Verde, localizada em Santo André, inovou ao realizar entrega de pizza por meio de drone (pequeno avião não tripulado e movido por controle remoto) na cobertura de prédio no mesmo bairro do estabelecimento, o Jardim. A artimanha, que rendeu inúmeros cliques no vídeo postado na internet com a filmagem da entrega, no entanto, não agradou à Aeronáutica, que vai enviar denúncia ao Ministério Público Federal, “para aplicação de penalidades previstas no Código Penal”.

 “Nenhuma aeronave remotamente pilotada, seja ela de aplicação civil ou militar, poderá decolar sem a autorização do Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), que é o órgão competente para legislar sobre o uso do espaço aéreo. Entretanto, para as aeronaves não certificadas é aplicado o Cave (Certificado de Autorização de Voo Experimental), cuja análise, aprovação e emissão cabe à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)”, afirmou a FAB (Força Aérea Brasileira).

 Procurada, a Anac informou que teve ciência do caso, que foi encaminhado à área responsável para apuração, por isso, naquele momento, não tinha condições de dizer se a operação tinha sido feita legalmente. 

 Para a utilização de um drone, a agência ressalta que, no entanto, o responsável deve solicitar o Cave do equipamento à Anac, além de realizar operações dentro dos limites de uma aeronave experimental. “Para que seja feito uso comercial e em áreas povoadas, o usuário deve aguardar a regulamentação que deve entrar em audiência pública em breve. É importante ressaltar que a regulamentação sobre o uso de drones está sendo estudada no mundo inteiro, para que os normativos sejam preparados para atender a demanda atual, visando a segurança das operações. A Anac está em processo de desenvolvimento da proposta de regulamentação de operações não experimentais de sistemas de aeronaves remotamente pilotadas civis em áreas segregadas”, disse, 

 A proposta deverá ser submetida ao processo de audiência pública durante o primeiro semestre de 2015. Até então, a Anac informa que avaliará caso a caso os requerimentos para esse tipo de operação.

 Procurado para comentar o assunto, o sócio-proprietário da casa Ernesto Junior não foi localizado.

EXPERIÊNCIA 

 O drone utilizado no teste foi da marca DJI, modelo F550, de aproximadamente 500 gramas e com capacidade para percorrer raio de 1,5 quilômetro de distância a 40 km/h. Esta foi a primeira vez que uma pizzaria fez esse tipo de experiência no Brasil. No Exterior, já existem relatos de entrega de pizza e até cerveja por meio de aviões pequenos não triplulados no Reino Unido.

 Assista à experiência em que a pequena aeronave entregou uma pizza de pepperoni em cinco minutos, enquanto se fosse entregue por um motoqueiro, levaria o dobro do tempo, por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=6cqR8fUwXH0.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;