Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Consumidor pode renegociar dívida

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Campanhas como a da Boa Vista SCPC possibilitam aos inadimplentes obter condições especiais para limpar o nome


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

23/11/2014 | 07:05


Com a chegada da primeira parcela do 13º salário, até o dia 30 deste mês, o momento é propício para que consumidores inadimplentes façam acordos com empresas credoras para limparem seus nomes. Isso porque, além de contar com o abono para tentar regularizar a situação financeira e voltar às compras a prazo ou com cheque no fim do ano, quem tem restrições cadastrais pode obter condições facilitadas na renegociações de suas dívidas, em campanhas realizadas por diversas entidades. Um exemplo é o mutirão online Acertando suas Contas, da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), que começou na semana passada e se estende até 15 de dezembro e funcionará 24 horas, todos os dias durante esse período.

O serviço, que é gratuito, é oferecido por meio do portal www.acertandosuascontas.com.br, a partir do preenchimento de um cadastro de identificação. São mais de 2 milhões de propostas para pagamento de dívidas, que estão disponíveis. Participam do mutirão online empresas do setor bancário, financeiro e varejista, entre elas Banco BMG, Banco Cifra, Santander, Casas Bahia, Credz, Omni, Pan, Riachuelo, Recovery e Via Varejo. Outras companhias podem aderir à campanha durante sua realização. Dessa forma, o consumidor pode acessar periodicamente o portal para verificar as empresas participantes.

Iniciada em 2010, a campanha da Boa Vista SCPC tem dois focos, assinala o superintendente de sustentabilidade da entidade, Fernando Cosenza: um deles é o de criar condições especiais para as pessoas pagarem suas dívidas por parte dos credores e outro é oferecer essas facilidades em um contexto de educação financeira.

Por meio do portal, o consumidor inadimplente pode preencher um formulário com seus dados e verificar se há condições de renegociação disponíveis para ele. No processo de acerto de contas online, o devedor tem a oportunidade de obter desconto sobre juros e multas e ainda conseguir parcelar os valores e, ao término de sua navegação, é convidado a conhecer as dicas para as pessoas se planejarem, de forma a tentar evitar, de novo, a bola de neve das contas atrasadas.

Cosenza cita que o brasileiro, de forma geral, não gosta de atrasar os pagamentos e perde o crédito por causa de problemas que não eram esperados. “Mais de 70% dos casos se devem a imprevistos, como doença ou desemprego temporário de um membro da família”, diz. O executivo assinala que não é possível projetar o volume de renegociações (feitas sem a interferência da entidade), mas destaca que deve-se atingir, neste ano, a marca de 3 milhões de acessos no portal. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consumidor pode renegociar dívida

Campanhas como a da Boa Vista SCPC possibilitam aos inadimplentes obter condições especiais para limpar o nome

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

23/11/2014 | 07:05


Com a chegada da primeira parcela do 13º salário, até o dia 30 deste mês, o momento é propício para que consumidores inadimplentes façam acordos com empresas credoras para limparem seus nomes. Isso porque, além de contar com o abono para tentar regularizar a situação financeira e voltar às compras a prazo ou com cheque no fim do ano, quem tem restrições cadastrais pode obter condições facilitadas na renegociações de suas dívidas, em campanhas realizadas por diversas entidades. Um exemplo é o mutirão online Acertando suas Contas, da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), que começou na semana passada e se estende até 15 de dezembro e funcionará 24 horas, todos os dias durante esse período.

O serviço, que é gratuito, é oferecido por meio do portal www.acertandosuascontas.com.br, a partir do preenchimento de um cadastro de identificação. São mais de 2 milhões de propostas para pagamento de dívidas, que estão disponíveis. Participam do mutirão online empresas do setor bancário, financeiro e varejista, entre elas Banco BMG, Banco Cifra, Santander, Casas Bahia, Credz, Omni, Pan, Riachuelo, Recovery e Via Varejo. Outras companhias podem aderir à campanha durante sua realização. Dessa forma, o consumidor pode acessar periodicamente o portal para verificar as empresas participantes.

Iniciada em 2010, a campanha da Boa Vista SCPC tem dois focos, assinala o superintendente de sustentabilidade da entidade, Fernando Cosenza: um deles é o de criar condições especiais para as pessoas pagarem suas dívidas por parte dos credores e outro é oferecer essas facilidades em um contexto de educação financeira.

Por meio do portal, o consumidor inadimplente pode preencher um formulário com seus dados e verificar se há condições de renegociação disponíveis para ele. No processo de acerto de contas online, o devedor tem a oportunidade de obter desconto sobre juros e multas e ainda conseguir parcelar os valores e, ao término de sua navegação, é convidado a conhecer as dicas para as pessoas se planejarem, de forma a tentar evitar, de novo, a bola de neve das contas atrasadas.

Cosenza cita que o brasileiro, de forma geral, não gosta de atrasar os pagamentos e perde o crédito por causa de problemas que não eram esperados. “Mais de 70% dos casos se devem a imprevistos, como doença ou desemprego temporário de um membro da família”, diz. O executivo assinala que não é possível projetar o volume de renegociações (feitas sem a interferência da entidade), mas destaca que deve-se atingir, neste ano, a marca de 3 milhões de acessos no portal. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;