Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cédulas da Espanha apresentam vestígios de cocaína


Do Diário do Grande ABC

10/01/2000 | 12:20


O governo espanhol examinou uma amostra de notas e descobriu que 63% delas apresentavam vestígios de cocaína. Um porta-voz do Plano Nacional contra as Drogas, Javier Hernández, considerou essa proporçao alarmante, mas insistiu em que nao se deve chegar a conclusoes prematuras sobre o consumo de cocaína na Espanha.

Nao ficou claro se as notas passaram pelas maos de traficantes ou de consumidores de droga, ou se simplesmente foram contaminadas ao entrar em contato com outras com restos de cocaína, disse Hernández.

O governo diz que 3% dos 38 milhoes de habitantes da Espanha admitem ter consumido cocaína. O exame das cédulas baseou-se em um amostra de 60 notas escolhidas ao acaso em quatro bancos de Madri, no mês passado.

O teste foi feito depois que duas publicaçoes espanholas realizaram suas próprias investigaçoes, seguindo um estudo similar da BBC em outubro, que descobriu que 99% das notas britânicos tinham vestígios de cocaína.

As publicaçoes espanholas concluíram que 71% ou 86% das notas de pesetas estavam contaminadas, mas as amostras eram muito pequenas e, além disso, provinham de bares e clubes noturnos, segundo o jornal El País. Por isso, o governo da Espanha decidiu realizar sua própria investigaçao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cédulas da Espanha apresentam vestígios de cocaína

Do Diário do Grande ABC

10/01/2000 | 12:20


O governo espanhol examinou uma amostra de notas e descobriu que 63% delas apresentavam vestígios de cocaína. Um porta-voz do Plano Nacional contra as Drogas, Javier Hernández, considerou essa proporçao alarmante, mas insistiu em que nao se deve chegar a conclusoes prematuras sobre o consumo de cocaína na Espanha.

Nao ficou claro se as notas passaram pelas maos de traficantes ou de consumidores de droga, ou se simplesmente foram contaminadas ao entrar em contato com outras com restos de cocaína, disse Hernández.

O governo diz que 3% dos 38 milhoes de habitantes da Espanha admitem ter consumido cocaína. O exame das cédulas baseou-se em um amostra de 60 notas escolhidas ao acaso em quatro bancos de Madri, no mês passado.

O teste foi feito depois que duas publicaçoes espanholas realizaram suas próprias investigaçoes, seguindo um estudo similar da BBC em outubro, que descobriu que 99% das notas britânicos tinham vestígios de cocaína.

As publicaçoes espanholas concluíram que 71% ou 86% das notas de pesetas estavam contaminadas, mas as amostras eram muito pequenas e, além disso, provinham de bares e clubes noturnos, segundo o jornal El País. Por isso, o governo da Espanha decidiu realizar sua própria investigaçao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;