Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Novatas e veteranas duelam no judô


Kati Dias
Do Diário do Grande ABC

14/09/2006 | 01:05


A competição individual de judô dos Jogos Abertos do Interior, que acontece nesta quinta-feira a partir 12h, no Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo, contará com um duelo digno de final de Seletiva Nacional. Na categoria pesado, estarão presentes quatro judocas que prometem brigar por um lugar no Pan-Americano do Rio, no ano que vem. Edinanci Silva, do Imes/São Caetano, Aline Puglia, do Mesc/São Bernardo, Paloma Rocha, de Santo André, e Priscila Marques, do Pinheiros/Ferraz, todas atletas que defenderam a Seleção Brasileira neste ano. Elas lutarão pelo ouro dos Jogos e prometem combates equilibrados.


Das quatro judocas, duas são estranhas no ninho. Edinanci e Paloma, normalmente defendem a categoria meio-pesado, a mais vitoriosa do judô brasileiro com medalhas em mundiais. Mas como as duas estão um pouco acima do peso (mais de 78kg), os técnicos preferiram inscrevê-las na categoria mais pesada da modalidade. “A Edinanci também vai lutar no absoluto (sem limite de peso), por isso achamos melhor que ela continuasse um pouco acima do seu peso normal para ter mais tranqüilidade para lutar”, explicou o coordenador-técnico de São Caetano, Mário Tsuitsui.


A judoca, de 30 anos, bronze no Mundial do Japão de 2003, é considerada imbatível por treinadores e adversárias. No entanto, o currículo das oponentes não deve ser desconsiderado.


Priscila Marques, do Pinheiros, foi por muito tempo a número um do Brasil na categoria pesado. O melhor resultado dela foi um bronze no Pan-Americano de Winnipeg-1999. Entretanto, a judoca Aline Puglia, de São Bernardo, bronze no Mundial Júnior da Hungria-2004, acabou com o seu reinado e conquistou vaga na categoria neste ano. O técnico da equipe, Alessandro Puglia, que também é tio de Aline, não esconde o orgulho de vê-la brilhando entre as principais atletas do país. “Tenho certeza de que serão combates dificílimos, mas acredito nela”, ressaltou.


Aline, ao lado de Paloma Rocha, que defenderá a Seleção Júnior, no Mundial da República Dominincana, em outubro, representam a nova geração do judô feminino. São judocas que desejam sair da sombra dos homens (recordistas em medalhas olímpicas, com 12) e conquistar seu primeiro pódio nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Resultados – São Caetano sagrou-se mais uma vez campeão por equipes no Judô nas categorias masculina e feminina. Entre os homens, a prata ficou com Barueri, enquanto Santo André conquistou o bronze. No feminino, São Bernardo foi o vice-campeão. São José dos Campos ficou em terceiro lugar.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novatas e veteranas duelam no judô

Kati Dias
Do Diário do Grande ABC

14/09/2006 | 01:05


A competição individual de judô dos Jogos Abertos do Interior, que acontece nesta quinta-feira a partir 12h, no Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo, contará com um duelo digno de final de Seletiva Nacional. Na categoria pesado, estarão presentes quatro judocas que prometem brigar por um lugar no Pan-Americano do Rio, no ano que vem. Edinanci Silva, do Imes/São Caetano, Aline Puglia, do Mesc/São Bernardo, Paloma Rocha, de Santo André, e Priscila Marques, do Pinheiros/Ferraz, todas atletas que defenderam a Seleção Brasileira neste ano. Elas lutarão pelo ouro dos Jogos e prometem combates equilibrados.


Das quatro judocas, duas são estranhas no ninho. Edinanci e Paloma, normalmente defendem a categoria meio-pesado, a mais vitoriosa do judô brasileiro com medalhas em mundiais. Mas como as duas estão um pouco acima do peso (mais de 78kg), os técnicos preferiram inscrevê-las na categoria mais pesada da modalidade. “A Edinanci também vai lutar no absoluto (sem limite de peso), por isso achamos melhor que ela continuasse um pouco acima do seu peso normal para ter mais tranqüilidade para lutar”, explicou o coordenador-técnico de São Caetano, Mário Tsuitsui.


A judoca, de 30 anos, bronze no Mundial do Japão de 2003, é considerada imbatível por treinadores e adversárias. No entanto, o currículo das oponentes não deve ser desconsiderado.


Priscila Marques, do Pinheiros, foi por muito tempo a número um do Brasil na categoria pesado. O melhor resultado dela foi um bronze no Pan-Americano de Winnipeg-1999. Entretanto, a judoca Aline Puglia, de São Bernardo, bronze no Mundial Júnior da Hungria-2004, acabou com o seu reinado e conquistou vaga na categoria neste ano. O técnico da equipe, Alessandro Puglia, que também é tio de Aline, não esconde o orgulho de vê-la brilhando entre as principais atletas do país. “Tenho certeza de que serão combates dificílimos, mas acredito nela”, ressaltou.


Aline, ao lado de Paloma Rocha, que defenderá a Seleção Júnior, no Mundial da República Dominincana, em outubro, representam a nova geração do judô feminino. São judocas que desejam sair da sombra dos homens (recordistas em medalhas olímpicas, com 12) e conquistar seu primeiro pódio nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Resultados – São Caetano sagrou-se mais uma vez campeão por equipes no Judô nas categorias masculina e feminina. Entre os homens, a prata ficou com Barueri, enquanto Santo André conquistou o bronze. No feminino, São Bernardo foi o vice-campeão. São José dos Campos ficou em terceiro lugar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;