Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Líderes advertem judeus em relação a vandalismo contra mesquitas


Do Diário OnLine
Com AFP

13/09/2005 | 10:59


A polícia israelense e um dos grandes rabinos de Israel fizeram advertências contra possíveis atos de vandalismo que os extremistas judeus podem cometer depois da destruição, por palestinos, das sinagogas nas colônias desocupadas na Faixa de Gaza.

"Demos ordens a nossas patrulhas para o reforço da vigilância ao redor das mesquitas, por causa do temor de que alguns tentem se vingar da destruição das sinagogas", afirmou um porta-voz da polícia. Ele não explicou se o dispositivo foi determinado com base em ameaças concretas contra mesquitas instaladas em território israelense ou Jerusalém oriental.

Palestinos incendiaram as sinagogas que haviam sido abandonadas em Morag (sul de Gaza) e Netzarim (norte) e saquearam a de Kfar Darom depois que o exército israelense se retirou da Faixa de Gaza na segunda-feira. Os militares não cumpriram o acordo de demolir as sinagogas, símbolo da ocupação do território palestino por 38 anos.

O grande rabino sefardim Shlomo Amar citou a possibilidade de "expulsar" da comunidade judaica todos aqueles que atacarem as mesquitas. "Eu e outros rabinos pensamos em tomar medidas de expulsão contra todo judeu que participar na dessacralização de mesquitas ou outros santuários".

"Com que direitos os judeus poderiam atacar lugares de culto? É bom que os povos do mundo acreditem em Deus", acrescentou o rabino. Quando um judeu é expulso, não pode participar nas orações, nem das refeições ao lado de outros judeus e estes não podem se aproximar dele a menos de dois metros.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Líderes advertem judeus em relação a vandalismo contra mesquitas

Do Diário OnLine
Com AFP

13/09/2005 | 10:59


A polícia israelense e um dos grandes rabinos de Israel fizeram advertências contra possíveis atos de vandalismo que os extremistas judeus podem cometer depois da destruição, por palestinos, das sinagogas nas colônias desocupadas na Faixa de Gaza.

"Demos ordens a nossas patrulhas para o reforço da vigilância ao redor das mesquitas, por causa do temor de que alguns tentem se vingar da destruição das sinagogas", afirmou um porta-voz da polícia. Ele não explicou se o dispositivo foi determinado com base em ameaças concretas contra mesquitas instaladas em território israelense ou Jerusalém oriental.

Palestinos incendiaram as sinagogas que haviam sido abandonadas em Morag (sul de Gaza) e Netzarim (norte) e saquearam a de Kfar Darom depois que o exército israelense se retirou da Faixa de Gaza na segunda-feira. Os militares não cumpriram o acordo de demolir as sinagogas, símbolo da ocupação do território palestino por 38 anos.

O grande rabino sefardim Shlomo Amar citou a possibilidade de "expulsar" da comunidade judaica todos aqueles que atacarem as mesquitas. "Eu e outros rabinos pensamos em tomar medidas de expulsão contra todo judeu que participar na dessacralização de mesquitas ou outros santuários".

"Com que direitos os judeus poderiam atacar lugares de culto? É bom que os povos do mundo acreditem em Deus", acrescentou o rabino. Quando um judeu é expulso, não pode participar nas orações, nem das refeições ao lado de outros judeus e estes não podem se aproximar dele a menos de dois metros.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;