Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Identidade secreta do Lanterna

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

01/08/2010 | 07:06


Aos 33 anos, Ivan Reis vive seu grande sonho. O desenhista de São Bernardo aproveita a boa fase profissional: é apontado no meio dos quadrinhos como o principal nome do gênero quando o assunto são super-heróis. Seu ótimo trabalho como ilustrador do Lanterna Verde colocou o personagem no topo do entretenimento, fazendo com que suas revistas atingissem números de vendagem não vistos há muitas décadas e proporcionando a produção de filme hollywoodiano sobre o herói. "O Lanterna Verde mudou minha vida", afirma Reis.

Seus traços marcantes podem ser vistos atualmente na saga A Noite Mais Densa, lançada esta semana nas bancas brasileiras - foi publicada originalmente nos Estados Unidos entre junho de 2009 e março deste ano.

"Faço o que sempre sonhei, que é desenhar histórias em quadrinhos de super-heróis. Mas o negócio está cada vez mais surreal. Tudo o que vem acontecendo é de outro planeta", diz. "Daqui a dez, 20 anos, quando falarem do Lanterna Verde, vão falar de mim".

O herói nunca fez parte da famosa trindade de seu universo, formada pelos figurões Superman, Batman e Mulher-Maravilha. Isso, até o desenhista assumir as histórias do ‘Gladiador Esmeralda' em 2006. Daí em diante, eles seguiram juntos para o posto mais alto do mundo dos quadrinhos. "De repente, me vi em meio a muitos caras a quem acompanhava e eram minhas referências", comenta.

Reis segue seus dias cercado de raios cósmicos, planetas estranhos e alienígenas medonhos mesmo sem sair do escritório que construiu em sua casa, no Jardim Palermo. Centenas de revistas e livros estão espalhados pelo local, assim como desenhos feitos por ele e outras diversas ilustrações. Bonecos decorativos de Transformers, Predadores, Aliens e, é claro, do Lanterna Verde (e todas as variações de cores e integrantes de seu universo), completam o ambiente.

O jeito nerd explica a paixão pelos quadrinhos, que serve como motivação para seguir com seu trabalho. "Meu objetivo é passar para os leitores aquela sensação que eu tinha quando era criança. Não quero ser uma espécie de Michelangelo das HQs, longe disso". A luz dos lanternas continuará brilhando forte enquanto o são-bernardense comandar a tropa.

Perseverança de herói

Considerado por muitos como o principal desenhista dos quadrinhos de super-heróis e apontado pelos figurões da DC Comics como seu principal empregado, Ivan Reis vem conseguindo escrever uma história de respeito no meio. A união dos seus traços com as aventuras espaciais do Lanterna Verde catapultou a vida de ambos, mas nem sempre as coisas foram assim para o são-bernardense.

O sucesso com as sagas A Guerra dos Anéis, de 2008, e a atual A Noite Mais Densa, além do contrato de exclusividade com a poderosa editora norte-americana - o contato das concorrentes para fisgá-lo são constantes -, mostram a atual fase de um desenhista que apostou alto em seu sonho e foi bem sucedido. "Sempre tive o sonho de desenhar histórias em quadrinhos de super-heróis, não importava quais fossem. Não tinha outra opção", diz.

As primeiras rabiscadas profissionais foram aos 16 anos, quando arrumou emprego nos Estúdios Mauricio de Sousa. No local, aprendeu durante três anos como dar vida a Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e tantos outros. "Não havia melhor escola. Foi onde entendi o profissionalismo do ramo. Conforme o tempo passou, percebi que podia viver daquilo".

Apesar de ter um emprego seguro, a vontade de se unir ao universo dos heróis era maior. A oportunidade surgiu aos 19 anos, ao ser chamado pela editora Dark House para alguns serviços esporádicos. Mesmo não havendo garantia alguma de trabalhos constantes, Reis decidiu apostar suas fichas na história. "Larguei tudo o que tinha de concreto e cai de cabeça. Dei tudo de mim nessas histórias. Foi meio na loucura, coisa de jovem mesmo", lembra.

Desde então os trabalhos não pararam de surgir. Revistas como Crise Infinita e a lendária Action Comics, ‘lar' do Superman - sendo Reis o primeiro brasileiro a lidar com o ‘Homem de Aço' de forma regular - o levaram até o Lanterna Verde, que andava em baixa há um bom tempo. "Todo o boom em torno do personagem está veiculado ao meu trabalho. Nunca imaginei tudo isso. Não sei mais o que esperar".

Apesar da carreira interessante até aqui, o desenhista aconselha a nova geração a agir com calma. Segundo ele, tudo envolveu muita sorte e o trabalho não é nada glamouroso quanto parece. "É preciso saber lidar com a crítica, com a rotina de produção e com o isolamento. Por mais que haja a diversão, tem também o lado profissional. Muita coisa deve ser pesada", alerta o ilustrador.

Os poucos momentos de popstar ocorrem em feiras como a Comic-Con, maior evento da cultura pop mundial realizado nos Estados Unidos. Ele acaba de retornar da edição deste ano e comenta sobre o contato com os leitores: "É quando tenho o retorno do público de verdade. Vejo até onde chega meu trabalho e curto ao máximo minha profissão".

Enquanto fala sobre sua vida, Ivan Reis mostra que a paixão é capaz de criar o que ele desejar, assim como o anel para Hal Jordan (identidade do Lanterna). Tem sido um casamento perfeito.

Saga chega ao Brasil e filme está em produção

O lançamento de A Noite Mais Densa traz ao Brasil o evento mais bem-sucedido da DC Comics nos últimos 20 anos. A história reúne o Lanterna Verde a outros super-heróis para enfrentar uma leva de vilões com anéis pretos que tiram suas forças da escuridão e da morte. O destaque fica por conta de que esses inimigos são antigos companheiros da luta contra o mal. O roteiro é assinado por Geoff Johns e a revista mensal contará com oito volumes, além da edição especial zero.

O bom momento do ‘Gladiador Esmeralda' o levará para o cinema. Com direção de Martin Campbell e o ator Ryan Reynolds como protagonista, o filme está sendo rodado na cidade de Nova Orleans. É para lá que Ivan Reis segue na próxima semana e passará dois dias acompanhando as movimentações.

"Já vi algum material e me impressionei", afirma o entusiasmado desenhista. "Mesmo com as adaptações feitas, é possível perceber o ponto de partida das ideias, que foram os meus desenhos". Apesar de não poder fazer revelações, confessa que um personagem criado por ele irá dar as caras na telona. O filme conta com produção da Warner Bros., a mesma de Batman - O Cavaleiro das Trevas. A estreia está programada para junho do ano que vem.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;