Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Crise de valores


Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

27/04/2011 | 07:03


Pela primeira vez, a atriz Maria Fernanda Cândido deixa o papel de moça bem comportada para interpretar a vilã. Ela protagoniza o espetáculo 'Ligações Perigosas', que chegará ao Teatro Lauro Gomes, em São Bernardo, no fim de semana para duas sessões.

"É uma vilã completa e complexa, de muitas nuances. Foi um trabalho difícil e, ao mesmo tempo, gratificante e rico", afirma a atriz, que se tornou conhecida ao interpretar a italiana Paola, na novela 'Terra Nostra', exibida na Globo, entre 1999 e 2000.

Com direção de Mauro Baptista Vedia, o drama, que estreou em outubro no Teatro Faap, em São Paulo, é uma adaptação de Christopher Hampton para o romance epistolar de Choderlos de Laclos (1741-1803), um dos clássicos da literatura francesa, intitulado 'Les Liaisons Dangereuses' (1792).

Na trama, que se passa às vésperas da Revolução Francesa em retrato à decadente aristocracia do século 18, Maria Fernanda vive a Marquesa de Merteuil. "Sua motivação é manipular as pessoas a seu favor. Vive maquinando, cria estratégias para alcançar os seus objetivos. Ela não só é cruel e perversa como sente prazer nisso".

Na história, a Marquesa de Merteuil pede ao Visconde de Valmont (Marat Descartes) para seduzir a adolescente virgem Cécile (Laura Neiva), filha de sua prima Madame de Volanges (Delisiee Marinho), com a intenção de se vingar de um antigo amante, que agora pretende se casar com a garota.

A princípio, o excêntrico Valmont recusa o pedido, considerando-o muito fácil, afinal possui uma reputação a zelar. Ele tem outra missão mais interessante: seduzir a religiosa e recatada Madame de Tourvel (Sabrina Greve) pelo prazer de fazê-la romper com tudo o que acredita.

Segundo a atriz, a peça se mantém atual porque retrata uma sociedade que passa por uma grande crise de valores. "Hoje, prioriza-se a aparência em detrimento, algumas vezes, da essência. Há, no entanto, uma busca por princípios que foram perdidos ao longo do tempo. Fala-se muito, por exemplo, sobre sustentabilidade".

Levada ao cinema pelo diretor Stephen Frears em 1988, a história dos sádicos amantes teve sucesso renovado com Glenn Close e John Malkovich, que assumiram personagens tão cruéis quanto devassos. O longa ganhou sete indicações para o Oscar e arrebatou três estatuetas.

"No cinema, a história fica mais cool, fria. No teatro, é mais quente por conta da própria linguagem, da presença dos atores em cena. O ritmo também é mais acelerado. O cinema gera outra aproximação com o público", compara Maria Fernanda Cândido.

Segundo a atriz, o espetáculo é fiel ao texto original. Excetuando alguns cortes necessários, não houve modificações. "A peça atinge o público, que fica atento e acompanha toda a história. Existe uma identificação", garante.

Ligações Perigosas - Teatro. Sábado, às 21h; e domingo, às 18h. No Teatro Lauro Gomes - Rua Helena Jacquey, 171, São Bernardo. Tel.: 4368-3483. Ingr.: R$ 60 (inteira), R$ 50 (antecipado).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;