Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Acidente na Lions interdita três casas

Orlando Filho/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Caminhão carregado com produto químico bate em poste e complica trânsito na via


Evaldo Novelini
Do Diário do Grande ABC

27/10/2014 | 07:00


Caminhão carregado de produto químico bateu e derrubou poste de eletricidade na altura do número 1.518 da Avenida Lions, no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo, na tarde de ontem, por volta das 15h30. Chovia fino no momento. O acidente assustou vizinhos, interditou uma faixa e congestionou a via. Por cerca de uma hora, moradores foram proibidos de sair ou entrar em casa até que a energia fosse cortada. Não houve feridos. A previsão era que a luz só voltaria no fim da noite.

O condutor do caminhão, Mário Sérgio Ferreira, 55 anos, contou que perdeu o controle da direção ao ser fechado por um Ford Ka, que adentrou à Lions vindo da Rua Comendador Pinotti Gamba sem respeitar a preferência. “Havia quatro pessoas no carro. Se não desvio, teria matado todas.” O motorista do automóvel fugiu.

Ferreira não se feriu. A cabine do caminhão ficou completamente destruída, mas a carreta saiu ilesa. Não houve vazamento do produto químico. O veículo, de propriedade da companhia de logística Aqces, de Mauá, estava carregado de carbonato de cálcio, utilizado como matéria-prima de cimento, aço e vidro.

Três casas precisaram ser interditadas até que a energia fosse cortada. Pela rede atingida circulam 13,8 mil volts, suficientes para matar uma pessoa. A residência mais próxima do poste atingido pelo caminhão estava vazia na hora do impacto.

“Estávamos em festa de aniversário”, revelou a estudante Hanna Bárbara Ramos, 15, que mora no número 1.518 junto com a tia e o primo. “Só o meu cachorro é que estava em casa.” O animal sobreviveu. Os vizinhos se assustaram. “Senti pico de luz e olhei para fora para ver o que tinha acontecido. Foi quando vi os fios de energia elétrica balançando”, disse o bombeiro civil Daniel de Souza Oliveira, 30.

A AES Eletropaulo, concessionária responsável pela distribuição de energia na região, não divulgou o número de consumidores afetados pelo corte de luz nem quis prever oficialmente em quanto tempo o serviço seria restabelecido. No local, funcionário da companhia falou em seis horas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;