Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradores do Jardim Inamar pedem reabertura de Observatório

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura não dá prazo e comunidade sente falta do espaço educativo


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

21/10/2014 | 07:00


Moradores do Jardim Inamar querem que o Observatório Astronômico de Diadema, localizado no bairro, volte a funcionar. Fechado desde 2012, o espaço, que incentiva a observação das estrelas e planetas, precisaria de reforma.

Entre os líderes do movimento para a reabertura estão os irmãos Bruno, 27 anos, e Victor Rondon, 17, que, mesmo com o fechamento do prédio, desenvolvem atividades relacionadas à astronomia.

Atualmente o edifício dispõe de um telescópio grande e algumas miniaturas de espaçonaves que pertencem à Sociedade de Astronomia e Astrofísica de Diadema. Para Victor, a reforma é o de menos. “Não estamos pedindo nenhuma verba. Já chegamos até a conversar com a Prefeitura sobre o assunto. Só gostaríamos que o local fosse reaberto e nós mesmos faríamos um monitoramento voluntário.”

Bruno afirmou que já chegou a elaborar projeto e entregar ao Executivo. “No documento nos comprometíamos a fazer a reforma, que é somente uma pintura nas partes enferrujadas e o conserto de uma infiltração no teto. Além disso, teríamos monitores capacitados para visitas de escolas durante a semana e moradores aos sábados e domingos”, destacou.

Questionada pelo Diário, a Prefeitura informou que a Secretaria de Educação é a responsável pelo Observatório Astronômico de Diadema. No entanto, o foco no momento é investir em melhorias das escolas municipais e, por esse motivo, não há previsão para a reforma do local.

EVENTO

Para encerrar as atividades da Semana da Ciência e Tecnologia, os irmãos Rondon realizaram um evento com o apoio do coordenador do Planetário de São Bernardo, Milton Barros, na sexta-feira. A ideia era fazer uma noite de observação, mas não foi possível por causa da nebulosidade.

Foi montado um planetário móvel onde as crianças e adolescentes puderam observar as constelações e fazer uma viagem aos planetas sem sair da Terra. O copiloto e morador do bairro Hudson Santiago, 28, trouxe a filha Luiza, 4. “Vinha ao planetário quando tinha 10 anos e fez parte da minha formação, de quem sou hoje. Trouxe minha filha aqui para que ela sentisse um pouco dessa experiência.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moradores do Jardim Inamar pedem reabertura de Observatório

Prefeitura não dá prazo e comunidade sente falta do espaço educativo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;