Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Atalho improvisado prejudica acesso

Orlando Filho/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na altura do Jd.Silvina, motoristas aproveitam falta de mureta para entrar e sair do bairro


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

10/10/2014 | 07:00


Motoristas enfrentam problemas em alças de acesso da Via Anchieta localizada no Jardim Silvina, em São Bernardo. Na rua que dá acesso à saída 26 da rodovia e passa pelo Viaduto Augusto Batistini Demarchi, um pedaço do guard-rail está faltando e, assim, automóveis entram e saem, transformando o local em um atalho improvisado – e perigoso.

A reportagem do Diário foi até o local na tarde de ontem e verificou que é comum que vários veículos utilizem o atalho para entrar e sair do bairro. Em cerca de 40 minutos, diversos carros e caminhões passavam por ali, o que deixava o trânsito parado em vários momentos.

Um caminhão chegou a realizar uma entrada perigosa e quase ocasionou um acidente ao sair da última faixa para conseguir acessar o bairro pela falha na mureta. Durante a observação, a equipe também presenciou a saída de uma Kombi que presta serviços para a Prefeitura de São Bernardo pelo acesso irregular, a fim de pegar a Anchieta no sentido São Paulo.

Sem o acesso improvisado, os moradores teriam que percorrer cerca de dois quilômetros até a entrada do Jardim Silvina, por meio da Rua Pedro Zolcsak, que fica a cerca de 500 metros à frente do ponto irregular.

A autônoma Luciana da Conceição Almeida, 44 anos, passa pelo local todos os dias para chegar ao bairro em que mora, o Jardim Seleta. Segundo ela, a falta da mureta e a consequente utilização do atalho são problemas antigos. “Há cerca de dois anos que presencio pessoas passando por lá para cortar caminho e chegar ao bairro mais rápido. Isso é ruim, porque acaba confundindo o trânsito no entorno.”

Ela discorda da atitude dos motoristas e prefere seguir o caminho certo. “Acho que temos que fazer o que é certo e devidamente sinalizado. Fora que um erro naquele ponto pode causar um acidente e prejudicar as pessoas que não costumam passar por aqui direto.”

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo respondeu, por meio do Departamento de Engenharia de Tráfego, que já foram colocadas defensas metálicas no local, porém, as estruturas foram retiradas pelos moradores e recolocadas outras vezes.

O Executivo também informou que o departamento fará uma avaliação para instalar novamente o equipamento no local, de forma a solucionar o problema, no entanto, o prazo para a realização do serviço não foi especificado.

A administração municipal foi questionada sobre a Kombi da Prefeitura que utilizou o acesso irregular, mas não se manifestou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atalho improvisado prejudica acesso

Na altura do Jd.Silvina, motoristas aproveitam falta de mureta para entrar e sair do bairro

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

10/10/2014 | 07:00


Motoristas enfrentam problemas em alças de acesso da Via Anchieta localizada no Jardim Silvina, em São Bernardo. Na rua que dá acesso à saída 26 da rodovia e passa pelo Viaduto Augusto Batistini Demarchi, um pedaço do guard-rail está faltando e, assim, automóveis entram e saem, transformando o local em um atalho improvisado – e perigoso.

A reportagem do Diário foi até o local na tarde de ontem e verificou que é comum que vários veículos utilizem o atalho para entrar e sair do bairro. Em cerca de 40 minutos, diversos carros e caminhões passavam por ali, o que deixava o trânsito parado em vários momentos.

Um caminhão chegou a realizar uma entrada perigosa e quase ocasionou um acidente ao sair da última faixa para conseguir acessar o bairro pela falha na mureta. Durante a observação, a equipe também presenciou a saída de uma Kombi que presta serviços para a Prefeitura de São Bernardo pelo acesso irregular, a fim de pegar a Anchieta no sentido São Paulo.

Sem o acesso improvisado, os moradores teriam que percorrer cerca de dois quilômetros até a entrada do Jardim Silvina, por meio da Rua Pedro Zolcsak, que fica a cerca de 500 metros à frente do ponto irregular.

A autônoma Luciana da Conceição Almeida, 44 anos, passa pelo local todos os dias para chegar ao bairro em que mora, o Jardim Seleta. Segundo ela, a falta da mureta e a consequente utilização do atalho são problemas antigos. “Há cerca de dois anos que presencio pessoas passando por lá para cortar caminho e chegar ao bairro mais rápido. Isso é ruim, porque acaba confundindo o trânsito no entorno.”

Ela discorda da atitude dos motoristas e prefere seguir o caminho certo. “Acho que temos que fazer o que é certo e devidamente sinalizado. Fora que um erro naquele ponto pode causar um acidente e prejudicar as pessoas que não costumam passar por aqui direto.”

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo respondeu, por meio do Departamento de Engenharia de Tráfego, que já foram colocadas defensas metálicas no local, porém, as estruturas foram retiradas pelos moradores e recolocadas outras vezes.

O Executivo também informou que o departamento fará uma avaliação para instalar novamente o equipamento no local, de forma a solucionar o problema, no entanto, o prazo para a realização do serviço não foi especificado.

A administração municipal foi questionada sobre a Kombi da Prefeitura que utilizou o acesso irregular, mas não se manifestou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;