Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Por classificação, Cachorrão viaja pelo caminho das pedras


Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

20/08/2011 | 07:30


Poucos dias de treinamentos, locais inapropriados para trabalhar, 514 quilômetros de viagem de ônibus e hostilidade da torcida adversária. Essas são as barreiras que o Esporte Clube São Bernardo precisa superar em Tupã contra o time que leva o nome da cidade, hoje, às 15h, pela quarta rodada da segunda fase do Paulista da Segunda Divisão.

O resultado positivo fora de casa é essencial para o Cachorrão manter boas chances de classificação. O time da região é o lanterna do Grupo 10, com três pontos, o mesmo número do Tupã, terceiro. Desportivo Brasil e Jacareí, que duelam no mesmo horário em Porto Feliz, lideram com seis - os dois melhores avançam.

Mas a missão do São Bernardo será complicada. Em uma semana de treinamento, o técnico Júlio César Passarelli comandou apenas dois coletivos, sendo o último no campo de terra do DER - o diretor de futebol, Valdemar Loureiro, revelou que fará pedido junto ao secretário de Esportes, José Luiz Ferrarezi, para mais dias de treinamentos no Baetão. Para piorar, além da viagem cansativa, a torcida de Tupã prometeu infernizar os jogadores do Esporte Clube - ambos os times se enfrentaram domingo com vitória (2 a 1) do Esporte Clube.

"Infelizmente, o treinamento nosso foi muito pouco. A prática, o mais importante de tudo, não tivemos. Além da provocação do rival em São Bernardo, mas espero clima tranquilo em Tupã", frisou o treinador.

Um dos mais experientes do time, o meia-atacante Klebinho, destacou que o grupo está focado em vencer as adversidades. "Nossa equipe tem condições de chegar (na segunda fase), e garanto que nós apagamos os problemas extracampo", disse o jogador, que se recuperou de gripe, mas não tem escalação confirmada.

Para o jogo, o treinador prometeu mudar o esquema tático da equipe, mas preferiu não antecipá-lo.

O atacante Chuck, que sofreu contratura muscular, é dúvida, enquanto o zagueiro Marcelo (dor muscular) e o lateral-direito Ranses (infecção na perna esquerda) são desfalques. Carlão e Eduardo disputam posição na defesa, enquanto Diego Vieira vai entrar no lugar de Ranses.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Por classificação, Cachorrão viaja pelo caminho das pedras

Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

20/08/2011 | 07:30


Poucos dias de treinamentos, locais inapropriados para trabalhar, 514 quilômetros de viagem de ônibus e hostilidade da torcida adversária. Essas são as barreiras que o Esporte Clube São Bernardo precisa superar em Tupã contra o time que leva o nome da cidade, hoje, às 15h, pela quarta rodada da segunda fase do Paulista da Segunda Divisão.

O resultado positivo fora de casa é essencial para o Cachorrão manter boas chances de classificação. O time da região é o lanterna do Grupo 10, com três pontos, o mesmo número do Tupã, terceiro. Desportivo Brasil e Jacareí, que duelam no mesmo horário em Porto Feliz, lideram com seis - os dois melhores avançam.

Mas a missão do São Bernardo será complicada. Em uma semana de treinamento, o técnico Júlio César Passarelli comandou apenas dois coletivos, sendo o último no campo de terra do DER - o diretor de futebol, Valdemar Loureiro, revelou que fará pedido junto ao secretário de Esportes, José Luiz Ferrarezi, para mais dias de treinamentos no Baetão. Para piorar, além da viagem cansativa, a torcida de Tupã prometeu infernizar os jogadores do Esporte Clube - ambos os times se enfrentaram domingo com vitória (2 a 1) do Esporte Clube.

"Infelizmente, o treinamento nosso foi muito pouco. A prática, o mais importante de tudo, não tivemos. Além da provocação do rival em São Bernardo, mas espero clima tranquilo em Tupã", frisou o treinador.

Um dos mais experientes do time, o meia-atacante Klebinho, destacou que o grupo está focado em vencer as adversidades. "Nossa equipe tem condições de chegar (na segunda fase), e garanto que nós apagamos os problemas extracampo", disse o jogador, que se recuperou de gripe, mas não tem escalação confirmada.

Para o jogo, o treinador prometeu mudar o esquema tático da equipe, mas preferiu não antecipá-lo.

O atacante Chuck, que sofreu contratura muscular, é dúvida, enquanto o zagueiro Marcelo (dor muscular) e o lateral-direito Ranses (infecção na perna esquerda) são desfalques. Carlão e Eduardo disputam posição na defesa, enquanto Diego Vieira vai entrar no lugar de Ranses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;