Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Atletas de fins de semana estão mais dispostos a lesões musculares



12/08/2011 | 00:00



Muitas pessoas que costumam fazer exercícios só nos fins de semana, como os jogadores de pelada, são as que mais correm perigo de sofrer uma lesão muscular. Em geral, acontecem contusões musculares, ocasionadas por traumas advindos de uma pancada que afeta o músculo diretamente.

Existem lesões mais traumáticas, com estiramentos muscular ou as menos traumáticas, como as câimbras. Ambas causam muita dor e demoram para serem tratadas. Os cuidados que devem ser tomados são, em princípio, simples: imobilização da área afetada, com compressas de água gelada e analgésicos receitados por um médico. Depois da imobilização, aos poucos, o indivíduo deve recuperar com exercícios leves os movimentos dos músculos. Procure, portanto, manter uma rotina leve de exercícios, porém constante, a fim de evitar desagradáveis surpresas.

Por Solange Bagdadi


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atletas de fins de semana estão mais dispostos a lesões musculares


12/08/2011 | 00:00



Muitas pessoas que costumam fazer exercícios só nos fins de semana, como os jogadores de pelada, são as que mais correm perigo de sofrer uma lesão muscular. Em geral, acontecem contusões musculares, ocasionadas por traumas advindos de uma pancada que afeta o músculo diretamente.

Existem lesões mais traumáticas, com estiramentos muscular ou as menos traumáticas, como as câimbras. Ambas causam muita dor e demoram para serem tratadas. Os cuidados que devem ser tomados são, em princípio, simples: imobilização da área afetada, com compressas de água gelada e analgésicos receitados por um médico. Depois da imobilização, aos poucos, o indivíduo deve recuperar com exercícios leves os movimentos dos músculos. Procure, portanto, manter uma rotina leve de exercícios, porém constante, a fim de evitar desagradáveis surpresas.

Por Solange Bagdadi

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;