Início
Clube
Banca
Colunista
Redes Sociais
DGABC

Segunda-Feira, 27 de Maio de 2024

Esportes
>
Futebol
Mauaenses estreiam hoje na recém-criada ‘Bezinha’ do Paulista

Índio e Locomotiva enfrentam adversários de Mogi das Cruzes

Ryan Leme
20/04/2024 | 08:00
Compartilhar notícia
FOTO: André Henriques/DGABC


Após 19 anos, a ‘Bezinha’ do Campeonato Paulista está de volta. Equivalente à quinta divisão do estadual, a competição começa neste sábado (20) e segue até 15 de setembro reunindo 17 equipes que buscarão o acesso à Série A4. 

Grêmio Mauaense e Mauá FC estão no Grupo 3, com Atlético Mogi, União Mogi, Manthiqueira e União Suzano. As duas equipes do Grande ABC sonham em trilhar o caminho dos acessos e buscar dias e posições melhores no futebol paulista.

Grêmio Mauense estreia em casa contra o União Mogi, às 15h

O Grêmio Mauaense inicia sua trajetória no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a “Bezinha”, hoje, às 15h, contra o União Mogi no Estádio Municipal Pedro Benedetti, em Mauá.

Campeão da Bezinha em 2003, o Mauaense quer repetir o feito para a iniciar um projeto de acessos no estadual. “Seria incrível começar o ano alcançando o no nosso objetivo. Estamos otimistas e com a equipe bem formada”, diz o presidente do clube Reinaldo Rodrigues, o Feijão. 

Como parte das preparações para a competição, em fevereiro, a equipe realizou amistosos na Turquia, “ocasião que serviu de grande aprendizado para o elenco, grande aprendizado”, avalia Feijão.

O lateral-esquerdo Isaque de Carvalho, um dos destaques do time, se diz ansioso para a estreia e não vê a hora de disputar o clássico contra o Mauá FC.

“O sentimento é diferente nos clássicos, ninguém quer perder. O nome da cidade fica em jogo nessas partidas. Com certeza vão ser disputas importantes”, conta o atleta que também lembrou das vitórias contras os times de base de Portuguesa e Corinthians na pré-temporada, jogos que considera importantes na preparação do elenco para a disputa do Paulista. 

Para buscar o acesso, o Grêmio Mauaense aposta na experiência do técnico Marcos Antônio, que já possui bastante rodagem nas por diversas categorias do futebol paulista. Entre outros clubes, já passou por Inter de Limeira, Patrocinense e Atlético Roraima. O comandante, quer aproveitar o fator casa para somar pontos. 

“As expectativas para a estreia são as melhores possíveis, mas o futebol é imprevisível. Vamos dar o nosso melhor para alcançar o nosso objetivo que é o acesso”, destaca. 

Na última quinta-feira, quando o Diário acompanhou um dos treinos do Mauaense, o treinador aplicou coletivo tático e trabalhou bola parada. 

O palco do jogo ainda recebia serviços de capinação e limpeza por parte da Prefeitura e o próprio vice-presidente do clube estava responsável por aparar a grama do campo.

Mauá FC visita o Atlético Mogi e busca o primeiro acesso da história

O Mauá FC também estreia neste sábado na “Bezinha” do Campeonato Paulista. E assim como o seu principal rival, dá o ponta pé inicial contra uma equipe de Mogi da Cruzes: o Atlético Mogi. A bola rola a partir de 15h, no Estádio Nogueirão.

Para buscar o acesso à Série A4, o clube aposta no jovem treinador Petterson Martins, de 35 anos, que já esteve à frente de trabalhos no Independente de Limeira, São Carlos e Barcelona Esportivo, da Capital. O comandante teve seis semanas de preparação para encontrar o melhor time para a estreia e está ciente das dificuldades que encontrará. “Eles (o Atlético Mogi) mantiveram a base da equipe de 2023, o técnico é o mesmo e vários jogadores ficaram. Sabemos da dificuldades, mas queremos nos impor e jogar de igual para igual.” 

Contratado para a disputa da “Bezinha”, o goleiro Davi Borelli, que veio do Independente de Limeira. tem a expectativa de um bom início. “O Mauá é um clube relevante na divisão. Cheguei para ajudar o time a subir para a A4, e minha expectativa é fazer um bom jogo, sem sofrer gols, e sair vitorioso.” 

Já o atacante Mikael Sackvil, de 20 anos, contratado junto ao Brazlândia-DF se mostra ansioso para os clássicos contra o Grêmio Mauaense. “Os jogos contra o Mauaense vão ser bons para definir o clima do grupo, eu gosto dessas disputas. É aquela frase que todos dizem: clássico não se joga, se ganha. Com certeza estamos preparados para o que vier”, fala. <EM>Com seis anos de história, o Mauá FC nunca subiu de divisão no Campeonato Paulista, e sua a melhor posição foi o 5º lugar no ranking geral na Segunda Divisão, em 2020, quando chegou nas quartas de final, mas foi eliminado pelo Grêmio Prudente.

A exemplo do Grêmio Mauanese, o Mauá FC também mandará os seus jogos no Estádio Municipal Pedro Benedetti, em Mauá.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.