Início
Clube
Banca
Colunista
Redes Sociais
DGABC

Quinta-Feira, 30 de Maio de 2024

Palavra do Leitor
>
Palavra do Leitor
Palavra do Leitor - 25 de março de 2024
Da Redação
25/03/2024 | 07:40
Compartilhar notícia


Constituição

'Parabéns, Constituição, por sobreviver’ (Opinião, dia 23). Perfeito o artigo do mestre Leonardo de Moraes. Uma aula imperdível sobre direitos fundamentais e igualdade. A posição dos operadores do direito não poderia ser diferente. Sem a Constituição não há Congresso, Justiça. É de se lamentar, como consta, a tentativa recente do uso da Constituição para um golpe objetivando reverter resultado de eleições, criando “estado de exceção”, passando todos os direitos e garantias para um ditador. Pena, ainda hoje, haver tanta gente envolvida nessa empreitada criminosa, que se fosse bem sucedida, com certeza, não acabaria com a entrega do comando a atual líder político, pois os militares não são tão inconsequentes, aliás como a História já registrou.

Evaristo de Carvalho Neto

Santo André

Leitores – 1

O sr. Alencar Marcon tenta desqualificar o humor fino de quem sabe o quanto custa andar nas ruas sem segurança, a isso me refiro o ir e vir (Lula, dia 23). Diferente de nós, pessoas que pagam esses benefícios, o presidente está cercado de seguranças enquanto nós só temos a proteção de Deus. Não é preciso passar fome para enxergar benefícios, porém é necessário saber o quanto se paga em impostos e nada nos é devolvido. Achei que o sr. teria entendido que com todos esses benefícios chegar aos 120 anos não parece tarefa difícil. Aí fica subentendida a ironia. Qual a chance daqueles que não têm os mesmos direitos chegar aos 120 anos? Só isso.

Izabel Avallone

Capital

Leitores – 2

O sr. Alencar Barros precisa entender e compreender quando o texto escrito pela sra. Izabel Avallone é sarcástico, mostrando que a figura do Lula é e sempre será de deboche. Se não gostou do texto, deveria ficar quieto.

José Carlos Costa

Capital

Leitores – 3

O missivista de passagem, sr. Alencar Marcon, acha de bom nível a inteligência da missivista Izabel Avallone. Fico a me perguntar qual a régua que o nesmo usou para medir tal inteligência. Passar fome no Brasil é endêmico. Se hoje o presidente é um privilegiado, deve-se ao povo. Se o mesmo dispõe de regalias, é que o povo que proporciona sim. Mais que isto, o presidente de praticamente três mandatos dispensa papagaio de pirata. Rogo a Deus que este jornal continue proporcionando espaços tão democráticos como o que cedeu ao senhor. Grande abraço. E política é isto, troca de opiniões onde todos mostram o seu lado.

João Camargo

Capital

Reforma trabalhista

‘Reforma trabalhista não freou precarização no Brasil’ (Economia, ontem). O fato de o empregado que ingressar com uma ação trabalhista poder ser condenado ao pagamento de custas e honorários advocatícios para a outra parte acabou com a indústria de processos trabalhistas onde ações inescrupulosas pediam indenizações de valores absurdos alegando mundos e fundos.

Walmir Ciosani

São Bernardo

Previdência

‘Julgamento da revisão da vida toda é anulado’ (Economia, dia 22). Solidarizo-me com todos os aposentados que não tiveram a revisão da vida toda aprovada, pois não foi aceita pelo STF (Supremo Tribunal Federal), que preferiu acatar os “pedidos” da Presidência da República, digo Lula. Não sei, mas lembrei da Venezuela!

Tania Tavares

Capital

Azulão

‘Rebaixado à A4, Azulão se despede do Paulista com derrota em casa’ (Esportes, ontem). De campeão da A1 ao fundo do poço em 20 anos. Parabéns aos envolvidos!

José Cardoso

São Caetano




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.