Início
Clube
Banca
Colunista
Redes Sociais
DGABC

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2024

Diarinho
>
Curadoria, do admirável mundo das letras
Um mergulho no fascinante mundo da literatura

Esta edição especial do Diarinho traz 25 dicas de livros para as crianças aproveitarem nos últimos dias de férias

Jaque Côrrea
Especial para o Diário
21/01/2024 | 10:09
Compartilhar notícia
Analis ainda não sabe ler, mas adora livros. Diarinho traz dicas de 25 títulos (FOTO: Celso Luiz/DGABC)


É mágico o mergulho no mundo dos livros. Ao correr dos olhos, os leitores vão descobrindo que a junção das letras formam palavras, que viram frases, formam parágrafos, enchem folhas e têm o poder de transformar. 

Neste ambiente, ganham vida os heróis, os reis, as rainhas, as princesas e até os vilões. E quem tem o livro nas mãos é transportado a lugares fantásticos.

É como se cada livro fosse uma mapa do tesouro. Pelas páginas dos livros, crianças e adultos vão acompanhando o enredo criado por seus autores e vivenciam o desenrolar das histórias. Na maioria das vezes se colocando no lugar dos personagens.

E nem é preciso ler para gostar de livros. A pequena Analis Pimenta, de Mauá, tem apenas 3 anos de idade, não é alfabetizada, mas já sabe inteirinha a história dos Três Porquinhos, que sua mãe, Ariane Oliveira, lê para ela na hora de dormir. 

Analis recentemente descobriu outro personagem clássico do universo infantil, Pinóquio, e está encantada com as histórias do boneco de madeira.

A seguir estão 25 dicas de livros para encantar as crianças e também seus pais. Aproveite.  

Em uma história de amadurecimento, repleta de poesia, Pés Descalços, de Penélope Martins, apresenta Marcela, uma jovem que, ao morar com a sua avó Esmeralda, embarca em uma espécie de viagem pela redescoberta de suas raízes africanas. 

Dentro do Pote, de Deborah Marcero, conta a história de Leocádio, um coelhinho que coleciona itens comuns do cotidiano. Certo dia, Leocádio conhece Lídia, que embarca na missão de guardar lembranças. Dentro do Pote trata da importância de cultivar sentimentos.

Um livro sobre a importância da preservação da natureza. A Abelha Abília, de Fernando Vilela, conta a história de uma corajosa abelhinha, que sai em uma aventura para investigar o que está causando um grave problema ambiental em seu habitat. 

Histórias Africanas Para Contar e Recontar, de Rogério Andrade Barbosa, reúne nove contos vastos e diversificados, de ancestralidade africana. Com animais como personagens principais, cada história é comumente transmitida de pais a filhos e de avós a netos. 

Na mochila verde de Pedro, há livros, lápis, canetas, estojo. Não faltava nada, nem as espectativas e sonhos de sua mãe. Em A Mochila que Pesava Demais, a autora Regina Vieira aborda sobre o respeito à individualidade na relação entre os pais e os filhos. 

Nesta história de Fábio Monteiro, sobre a relação da vida com o uso da imaginação, Navi, que vem de uma família de inventores, ama criar histórias. Porém, suas obras sempre causam confusão, até que um dia ele resolve usar as suas habilidades para fazer o bem.

João: João do Rio, de Fabiano Ormaneze, conta a história do jornalista, autor de teatro, mestre da crônica e imortal da Academia Brasileira de Letras. Com ideias inovadoras para o seu tempo, João defendia a liberdade de expressão e a liberdade religiosa. 

Firmina, obra de Anita Machado, homenageia a trajetória de Maria Firmina dos Reis, mulher que se tornou a primeira romancista do Brasil ao lançar o livro Úrsula. De uma forma sensível e engajada, a escritora foi precursora da crítica contra a escravidão. 

Mudar pode ser difícil, ainda mais para os pequenos. Em Minha Caixa de Aventuras, de Karl Newson, um menino e sua mãe vão morar em uma nova casa com duas crianças e o pai delas. Com uma simples caixa, ele explora a criatividade e consegue se adaptar.

Debaixo da Via Láctea, de Júlio Emílio Braz, apresenta um menino negro e sua enorme criatividade. Em seu mundo, as histórias são muitas, mas o que será verdade e o que será apenas um sonho? No fim, o que importa é reconhecer o valor da amizade, da confiança e do afeto.

Lito, um menino que sonha em ser professor, e Alexandre, um caminhoneiro, têm suas vidas ligadas quando viajam juntos até o Rio de Janeiro. Na Estrada dos Sonhos, de Luís Pimentel, aborda desigualdade, crenças e relações, usando como pano de fundo essa amizade criada.

A Chave da Biblioteca, de Severino Rodrigues, conta a história de um menino apaixonado por livros, que almeja ter a chave da biblioteca de sua nova escola, que está sempre fechada. Em um conto sobre conhecimento, descubra se o menino vai conseguir a chave.

Nessa história animada e rimada de Julie Fogliano, duas meninas que têm suas vidas cruzadas pela primeira vez, aprendem a importância da amizade. Em Eu não ligo!, as pequenas descobrem juntas a respeitar e conviver com alguém que é o seu oposto, e como as diferenças enriquecem as relações. 

A Gata de Rodas, de Sueli Gutierrez, narra a história de Tizuka, mais conhecida como Zuzu, uma menina espivetada, filha de um casal que mora em um bairro ainda em formação. Zuzu, vez ou outra, acaba por ser encaminhada ao posto de saúde por acidentes que acontecem durante as suas brincadeiras. Nesta história, a preocupação excessiva que os pais criam em cima de Zuzu, impede-na de praticar esportes mais radicais, motivando a protagonista a provar para a sua família que ela consegue sim vencer esses desafios. A Gata de Rodas aborda relações familiares, aprendizados, além da força da amizade que Zuzu tem com Carol, sua vizinha. 

Luiz Roberto Dante apresenta em O Que Vem Depois? a história de Felipinho, um menino apaixonado por sequências e lógica, seja por tamanho, cor ou forma. Neste livro, o leitor pode se divertir e ajudar o Felipinho a descobrir o que vem depois em cada sequência, e colocar as coisas em ordem. 

Era uma vez, Conto outra vez, de Sueli Gutierrez, apresenta três histórias recontadas à brasileira. São elas a Gata Borralheira, Chapeuzinho Vermelho e A Bela e a Fera. Em ‘Cinderela Carvoeira’, Joana é uma linda menina que nasceu de uma relação proibida entre pessoas de etnias diferentes, então a pequena cresce como uma escrava, mas, após dez anos, consegue fugir para se reconectar com sua verdadeira família. Em ‘Anita Caçaon-ça’, a neta do índio Cauê aprende os segredos da floresta. Graças a isso, ela salva o próprio avô de um feroz animal. E em ‘O Belo e a Fera’, uma menina que sofre de uma maldição é humilhada e decide morar em uma tribo indígena onde conhece e se apaixona por um biólogo. 

De Olho Nos Dados é uma história de tabelas, gráficos e ideias para apresentar aos pequenos leitores os primeiros conceitos de estatística. Neste livro, Luiz Roberto Dante mostra um mundo de coisas para ver, sentir, medir e contar, como árvores, frutas, pessoas ou objetos. 

Em O Supermetro, de Luiz Roberto Dante, os pequenos leitores descobrem as muitas maneiras de medir as coisas. E nessa narrativa divertida, são apresentadas as histórias das grandezas, medidas e as muitas outras formas que o ser humano descobriu para facilitar a vida.

Dois Pinguins Por Aí é uma história de muitas fofocas, rimas e confusão. Caio Riter apresenta Ted e Tom, pinguins que decidem viajar, porém ninguém sabe ao certo para onde eles foram. Será que foram para a praia? Para a floresta? Ou para o deserto? Aí está o mistério do livro. 

Mergulho, de Volnei Canônica e Mariana Massaraino, apresenta um mundo imenso e encantador, um universo a partir da visão de um menino muito especial. Será esse mundo tão intenso quando o oceano? Uma narrativa que carrega muitos sentimentos de uma forma respeitosa, sobre o universo autista. 




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.