Tecnologia

Crianças com smartphone: um guia rápido de segurança para os pais




Muitas crianças com smartphone os utilizam para compartilhar anotações, jogar, participar de novos desafios nas redes sociais, ou mesmo para assistir às aulas, se forem feitas virtualmente. E isso pode representar insegurança para os pais, devido aos diversos perigos existentes na internet. Dentre os mais recentes, há exemplos de vazamentos de dados na plataforma Twitch e cibercriminosos que utilizam o Telegram.

Leia mais: 
Além de Bridgerton: 10 séries de época para assistir via streaming
45 séries com episódios de 30 minutos para assistir na Netflix

“Além do fato de que se o uso do telefone for deixado a seu critério pode acontecer que as crianças com smartphone percam o foco e se desviem dos estudos para encontrar atividades mais divertidas em seus aparelhos, também não devemos esquecer as ameaças que as crianças e adolescentes estão mais expostos na internet, desde cyberbullying à golpes”, diz Camilo Gutiérrez Amaya, chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Existem maneiras de reduzir as chances de qualquer um desses cenários ocorrer, aumentando a segurança dos smartphones das crianças e, às vezes, monitorando suas atividades. Por isso, 33Giga e ESET, que mantém a iniciativa Digipais, oferecem um guia para pais sobre segurança para crianças com smartphone. Entre os pontos a se atentar, se destacam principalmente os itens abaixo.

Senhas

As senhas fortes são a primeira linha de defesa que impedirá que qualquer pessoa acesse os dados armazenados nos vários aplicativos usados ??pelas crianças com smartphone. Elas devem ser fortes, seguras e seguir as práticas recomendadas ao criar senhas.

Para o processo de criação de senhas fortes e implantação de hábitos de segurança adequados, você pode visitar o guia da ESET para criar passwords. O uso de um gerenciador também pode ser considerado. Isso tornará todo o processo mais fácil e as crianças não terão que digitá-las manualmente toda vez que navegarem nos aplicativos em seus smartphones.

Digipais

Digipais é uma iniciativa promovida pelo Safer Kids Online da ESET, que visa acompanhar pais e professores no cuidado de crianças com smartphone e na internet, de forma a sensibilizar para os riscos e ameaças no mundo digital.

Neste espaço são fornecidos materiais para o processo de aprendizagem, diálogo e supervisão, para disponibilizar os conhecimentos necessários para auxiliar os mais pequenos no uso das novas tecnologias. Para saber mais sobre os perigos que as crianças enfrentam online, acesse https://digipais.com.br.

Bloqueio de tela

Da mesma forma que as senhas, o uso do bloqueio de tela impede que pessoas aleatórias acessem seus dispositivos. Este é um processo pelo qual você deve orientar crianças com smartphone.

Isso porque se seus smartphones forem deixados sem supervisão – ou perdidos – e não estiverem devidamente protegidos, alguém pode ver suas mensagens privadas ou fotos e vídeos, e até mesmo circular algum conteúdo que poderia ser usado para cyberbullying. Existem várias opções de bloqueio, desde uma senha e padrões de bloqueio até senhas biométricas.

Instale uma solução de segurança

Sua próxima etapa deve ser proteger os smartphones dos seus filhos usando uma solução de segurança confiável. Isso pode resguardá-la da maioria dos tipos de ameaças que podem encontrar online, incluindo links duvidosos de fontes desconhecidas que redirecionam para um site malicioso que pode infectar seus dispositivos com malware ou induzi-los a fornecer suas credenciais.

As crianças (com smartphone ou não) tendem a ser especialmente ingênuas, então softwares legítimos podem ajudá-lo a ficar tranquilo sabendo que seus filhos estão bem protegidos.

Ative a opção Encontre meu dispositivo e limpar remotamente

As crianças podem perder seus celulares e, como medida preventiva, é melhor ter a opção “encontre meu dispositivo” instalada e ativada antes de entregar o dispositivo. Os dois principais sistemas operacionais de smartphones, Android e iOS, oferecem suas próprias soluções e alguns fabricantes de smartphones oferecem até sua própria versão.

No caso de não conseguir recuperar o telefone, alguns softwares de segurança trazem a opção de limpar remotamente o telefone do seu filho.

Controle dos pais

O controle dos pais pode ser uma ferramenta útil para dar às crianças liberdade suficiente para usar seus smartphones, enquanto permite que os pais monitorem suas atividades e estabeleçam limites saudáveis ??enquanto os ensinam a navegar com segurança na internet e usar a tecnologia em geral.

Eles permitem que você estabeleça limites de tempo para aplicativos ou bloqueie-os completamente, filtre conteúdo potencialmente malicioso e impróprio para a idade, limite os mecanismos de pesquisa a resultados seguros e protegidos, e os pais podem até receber relatórios sobre as atividades que seus filhos realizam, entre outras coisas.

Educação

Para criar hábitos de cibersegurança adequados, é melhor acompanhá-los ao longo da jornada e explicar cada etapa, seja configurando a tela de bloqueio, fazendo um brainstorming para escolher uma senha juntos ou explicando o valor das soluções de segurança.

Com isso em mente, é importante estimular o diálogo, não evitar discutir sobre os vários aspectos das redes sociais e os perigos que elas podem representar.

“Embora à primeira vista você possa pensar que algumas dessas dicas parecem bastante óbvias, as soluções mais simples tendem a ser as mais negligenciadas. Seguindo esses macetes, você pode proteger os dispositivos de seus filhos e ajudar a promover hábitos adequados de cibersegurança que os ajudarão a ter uma vida mais segura e privada.”, conclui o especialista da ESET América Latina.

 

Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários


Veja Também



Voltar