Tecnologia

5 vezes em que a tecnologia mudou o mundo




Nos últimos 50 anos, a tecnologia evoluiu em uma rapidez impressionante – e seguirá avançando de maneira exponencial. Para ter dimensão dessa rapidez, é preciso dar uns passos atrás.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Por isso, 33Giga e a Service IT, especializada em outsourcing e consultoria em áreas ligadas a tecnologia e segurança cibernética, listam cinco fatos históricos em que a TI se aproximou do usuário final e mudou o mundo para sempre.

A invenção da internet

Em 29 de outubro de 1969, a Universidade da Califórnia (UCLA) e o Instituto de Pesquisa de Stanford estabeleceram a primeira conexão Arpanet. O professor da UCLA Leonard Kleinrock e seu aluno Charley Kline fizeram o primeiro contato online da história com Bill Duval, programador do Instituto.

Desde então, a internet tem facilitado a vida de pessoas do mundo todo, que utilizam e-mails, chats e mensagerias para se comunicar livremente, compartilham textos, imagens, áudios e vídeos, se informam e estudam, se entretém com streaming de conteúdos variados, como músicas, livros e filmes, recorrem a mapas para se localizarem e muito, muito mais.

Leia mais:
Site interativo mostra as criaturas e os mistérios do oceano
Cientistas apontam possibilidade de criar peixes na Lua

Ferramentas de busca

É praticamente impossível imaginar a internet sem ferramentas de busca como o Google, Bing e Yahoo, afinal, elas organizam o conteúdo massivo que existe na world wide web (www), a rede mundial de computadores. Entretanto, até 1993, quando foi inventado o primeiro motor de busca, não era possível pesquisar por sites com a facilidade e segurança que temos hoje.

O primeiro banco de dados de indexação de sites foi o Wandex, criado nos EUA e idealizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) , tornando- se pioneiro na captura de URLs e na geração de uma base de dados de sites.

Computadores pessoais

Em 1971, o primeiro computador pessoal (PC) foi criado e foi um fracasso de vendas. A empresa responsável pelo Kenbak-1 precisou fechar as portas. Já em 1976, a empresa americana Apple, que hoje é uma gigante da tecnologia, começou suas operações produzindo o Apple-I, considerado nichado e apenas para entusiastas. Foi apenas com o segundo modelo, o Apple-II, que os computadores pessoais viram sua popularidade crescer. Por conta de sua capacidade de receber atualizações e upgrades, o PC foi fenômeno de vendas um ano após o lançamento de seu antecessor.

A união entre hardware e software mais potentes ao longo dos anos criou uma corrida de desenvolvimento que se mantém até hoje, com atualizações constantes nos sistemas MacOS, Windows, Linux e muitos outros, o que só favorece os consumidores.

Toda a informação na palma da mão

O primeiro smartphone foi criado em 1992 pelo americano Frank Canova para a IBM e foi o pioneiro na multifuncionalidade dos celulares. Além de realizar ligações, o IBM Simon tinha outras funções e aplicativos, como uma calculadora interna, o envio de e-mails, um calendário e um bloco de notas.

Entretanto, a revolução dos aparelhos inteligentes ocorreu mesmo em 2007 com a chegada do primeiro iPhone. A apresentação de Steve Jobs mudou a indústria com a adição da tela Touchscreen, num momento em que as teclas físicas eram o padrão, e com a possibilidade de customizar o aparelho conforme o gosto do usuário baixando aplicativos na AppStore. A partir daí, surgiu uma nova indústria gigantesca que conhecemos hoje, com jogos, utilitários, apps de estudo, paquera, jornalismo, streaming, redes sociais, tudo na palma da mão.

Juntos, mas separados

Em 2020, a pandemia da covid-19 trouxe testes de fogo para a área de TI, pois foi necessário – e ainda é – manter empresas e colaboradores conectados o tempo todo, principalmente, por conta do distanciamento social necessário. Com mais pessoas em casa, foi preciso atualizar sistemas e criar novos métodos de trabalho remoto que fossem fáceis e práticos.

As reuniões em aplicativos de videoconferências como Webex, Zoom, Teams e Meets se tornaram comuns, e a adaptação à nova rotina foi rápida. O sistema híbrido veio para ficar e a Tecnologia da Informação será ainda mais essencial para todos.

Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários


Veja Também



Voltar