Cena Política

Evento de Doria cacifa plano de Morando




Quem acompanhou o evento do governador João Doria (PSDB) em São Bernardo na tarde de terça-feira deixou a atividade com a impressão mais do que cristalina de que o prefeito são-bernardense Orlando Morando (PSDB) está no páreo para tentar ser vice na provável chapa governista ao Palácio dos Bandeirantes, que deve ser liderada por Rodrigo Garcia (PSDB). Morando levou toda sua bancada de sustentação para a atividade, incluindo série de secretários. Espalhou faixas com elogios a Doria – que busca se viabilizar no tucanato o candidato à Presidência pela sigla – e fez discurso duro em defesa de Doria, com críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com alfinetadas aos políticos que ainda medem a temperatura do caldo eleitoral do ano que vem.

Mudança
Dentro da atividade, porém, chamou atenção postura acanhada do vereador licenciado e secretário de Cidadania e da Pessoa com Deficiência, Pery Cartola (PSDB). Se em eventos desse tipo anteriormente realizados no município Pery fazia questão de estar no palanque e mostrar todo entusiasmo possível, na terça-feira o tucano permaneceu sentado, ao lado do secretário de Assistência Social, André Sicco (Cidadania), com reações tímidas.

Surpresa
Ex-prefeiturável da Capital e pré-candidato do Psol ao governo do Estado no ano que vem, Guilherme Boulos não escondeu a surpresa ao ser informado que o ex-boxeador Servilio de Oliveira, medalhista olímpico nos jogos de 1968, tinha sido candidato a vereador de Santo André pelo Patriota. Servilio recentemente se filiou ao Psol, mas esteve em um partido com bandeiras conservadoras e que lançou, na cidade, a candidatura a prefeito de um bolsonarista de carteirinha, o ex-vereador Sargento Lobo.

Pulo da canoa
Esta coluna mostrou que, no fim de semana, o empresário Cleber Broch (PDT), gerente do Mauá Plaza Shopping e pré-candidato a deputado estadual no ano que vem, promoveu evento para a causa animal e que foi prestigiado pela classe política da cidade. Entre eles estavam o vereador Leonardo Alves (PSDB). Mas repercutiu, negativamente, o fato de o tucano não dar publicidade à atividade. Teve gente que interpretou que Leonardo, aliado de Broch, pode desembarcar do projeto eleitoral do pedetista.

Convite feito, convite desfeito
Há algumas semanas, o ex-vereador Chico Bento, que preside o PP em São Caetano, enviou via vereador Jander Lira (DEM) convite ao também parlamentar Marcel Munhoz (Cidadania). Disse que as portas do PP estavam abertas para Munhoz, que nutre sonhos mais ambiciosos na política para os próximos anos. Porém, avisou que vai retirar o convite depois que Munhoz reafirmou juras de lealdade ao ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB). Chico é rival do tucano, e disse querer ficar nessa situação.

Nomeações
O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL), publicou as nomeações de dois ex-vereadores da cidade. Edson Savietto, o Banha (PTB), e Carlinhos Trindade (PSD) exercerão função de chefe de unidade de ações comunitárias no gabinete do chefe do Executivo.

Congratulações
A Câmara de São Bernardo aprovou moção de congratulações ao governador João Doria (PSDB) e ao secretário paulista de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi (PSDB). A honraria a Doria foi concedida por todos os vereadores e a para Vinholi, por Danilo Lima (PSDB). Mas foi o parlamentar Paulo Chuchu (PRTB) quem chamou atenção. Ele disparou contra a dupla tucana durante o debate. Chuchu é amigo da família Bolsonaro, que tem em Doria um de seus principais rivais. 

Comentários


Veja Também



Voltar