Setecidades

Hospital inaugura centro cirúrgico e nove leitos de UTI em Ribeirão




O Hospital e Maternidade Ribeirão Pires, da Rede D’Or São Luiz, inaugurou ontem nove leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além de centro cirúrgico com oito salas para procedimentos. O valor investido pela empresa não foi divulgado porque a rede passa por processo de IPO (Initial Public Offering, Oferta Pública Inicial), quando se prepara para abrir seu capital na bolsa de valores.

Com o incremento das nove UTIs, o hospital conta agora com 39 leitos de emergência, quase oito vezes mais do que a quantidade disponível na rede pública, já que Ribeirão Pires possui apenas cinco vagas do tipo na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia.

O diferencial das novas UTIs é o fato de os familiares poderem acompanhar os doentes, já que os pacientes ficam em quartos equipados com sofá e banheiro privativo. As alas inauguradas ontem ocupam área de 400 metros quadrados.

O investimento não tem relação com a pandemia da Covid e estava programado desde que a Rede D’Or comprou o Hospital e Maternidade Ribeirão Pires, em 2016. De acordo com os gestores da companhia, o objetivo é modernizar leitos de UTI também nos outros seis hospitais da rede no Grande ABC, que ficam em Santo André, São Bernardo e São Caetano.

“O novo centro cirúrgico é mais um capítulo importante das melhorias que temos feito na unidade desde a aquisição pela Rede D’Or São Luiz”, declarou a diretora geral do Hospital e Maternidade Ribeirão Pires, Luciana Solera.

Desde que assumiu a gestão do equipamento, que conta com 90 leitos no total, a Rede D’Or já realizou reforma no pronto-socorro e nos três centros médicos. As oito salas cirúrgicas que foram inauguradas ontem substituem quatro que já existiam no complexo e que ficam no segundo pavimento. Além disso, o hospital também conta com 19 apartamentos reformulados e novos postos de enfermagem.

“Não tenho dúvida de que todas estas novidades vão beneficiar a população do Grande ABC e atrair cirurgiões para a nossa unidade”, declarou Luciana.
Para o vice-prefeito de Ribeirão Pires, Humberto D’Orto, o Amigão (PSB), com a inauguração do novo centro cirúrgico a cidade ganha nova opção de atendimento. “Todo e qualquer investimento na saúde é fundamental. Isso aponta que a cidade é importante e que pode atrair até outras redes”, declarou.

O Hospital e Maternidade Ribeirão Pires realiza, por mês, cerca de 7.000 consultas ambulatoriais e 250 cirurgias.  

Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários


Veja Também



Voltar