Setecidades

Sto.André finaliza 1ª dose da vacina contra a Covid em adultos




Santo André finalizou a vacinação da primeira dose contra a Covid para moradores adultos com 98% de cobertura. Para conseguir alcançar os 2% que restam, a administração municipal vai promover no fim de semana repescagem, quando todos os moradores com 18 anos ou mais que perderam a data da imunização vão poder se proteger contra o coronavírus – o cadastramento estará disponível a partir de hoje no site da Prefeitura. 

“Chegamos a 100% de cobertura vacinal na oferta de imunizantes. Um dia muito importante para o município. Era a nossa meta chegar a esse número no fim de agosto, conseguimos atingir antes, somos uma das primeiras cidades a completar essa cobertura de 100%”, anunciou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

De acordo com o chefe do Executivo, os 2% restantes são moradores que não puderam comparecer na data marcada ou estavam fora da cidade. Apenas no último fim de semana, quando Santo André realizou mutirão da vacina com horário estendido, cerca de 2.300 pessoas que haviam agendado a imunização não compareceram aos postos de vacinação. “Observamos número maior de faltas nesse último grupo, entre 18 e 24 anos, mas, no geral, as pessoas compareceram para receber a vacina”, comentou Paulo Serra. 

O prefeito creditou o alto número de cobertura da primeira dose à postura adotada pela administração desde o início da campanha, em janeiro. “Santo André tem número acima da média. Esses 98% de cobertura são muito alto. No Brasil bate em 92%, nos Estados Unidos não chega a 70%. As pessoas sentiram medo da doença, mas fizemos um trabalho de conscientização na cidade, de não punição, de diálogo, que funcionou muito bem. Não multamos, não colocamos ninguém para o fim da fila, nunca usamos de punição, só em comércio fora de horário que não tinha jeito. Mas sempre optamos por concientizar a população. Me esforcei muito para não deixar nenhuma disputa política ideológica afetar as decisões, isso também deu credibilidade”, avaliou o tucano. “O fato de oferecermos o agendamento, com data e horário para receber a vacina, também ajudou muito. Essa soma de fatores foi fundamental.” 

Vencida a primeira etapa da campanha, agora Santo André se concentra na aplicação da segunda dose do imunizante, chamada de D2, que garante a proteção completa contra o coronavírus. “Agora o foco é na D2. Abrimos grupo de 30 anos a 36 anos que recebeu a Coronavac e de 40 anos a 44 anos com comorbidade que recebeu a Astrazeneca. Nossa meta é chegar o quanto antes a 70% de segunda dose para começar a vencer a Covid de vez”, finalizou Paulo Serra.

Além da segunda dose, Santo André está vacinando jovens de 12 a 17 anos com comorbidades. De acordo com o chefe do Executivo, até o fim da semana também será liberada a imunização desse público sem comorbidades. 

Comentários


Veja Também



Voltar