Esportes

PSG anuncia a contratação de Lionel Messi; Neymar dá as boas-vindas




Agora é oficial. Em um vídeo divulgados em suas redes sociais, o Paris Saint-Germain anunciou nesta terça-feira a contratação de Lionel Messi. O craque argentino foi recepcionado em Paris por torcedores e dirigentes do clube. Nas imagens, em tom de mistério, destaque para as seis Bolas de Ouro do jogador e algumas rápidas cenas do jogador com a camisa da seleção da Argentina.

O argentino, seis vezes melhor do mundo, acertou a sua transferência para um novo clube em sua carreira após não conseguir chegar a um acordo de renovação com o Barcelona. Messi passou 20 anos de sua vida no time espanhol, onde chegou com apenas 13 anos.

Com Messi livre no mercado, o Paris Saint-Germain foi rápido ao oferecer um acordo, afastando possíveis concorrentes como o Manchester City, do técnico espanhol Pep Guardiola, com quem trabalhou no Barcelona. Na França, o argentino de 34 anos voltará a atuar ao lado de Neymar, com quem foi campeão da Liga dos Campeões da Europa.

Neymar não esperou nem mesmo o anúncio oficial do Paris Saint-Germain. Nesta terça-feira, o brasileiro adiantou a chegada de Messi ao clube em postagem no seu Instagram. Ele adotava um discurso cauteloso e não confirmava a chegada do amigo ao time de Paris. Mas celebrou a ida do craque à França. "Back together", "Juntos novamente", postou em um story, em uma foto abraçando Messi.

Segundo a imprensa europeia, o jogador receberá cerca de 35 milhões de euros (por volta de 214 milhões de reais, na cotação atual) por temporada, valor que já inclui as bonificações de contratuais. O acordo é até junho de 2023, renovável por mais um ano.

O Paris Saint-Germain marcou exames médico no Hospital Americano, na capital francesa. No estádio Parque dos Príncipes, a movimentação de torcedores já era intensa desde as primeiras horas desta terça-feira. A apresentação oficial deverá acontecer nesta quarta.

Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários


Veja Também



Voltar