Setecidades

Empresa de Santo André, Peralta assume coleta de lixo em Mogi das Cruzes




A empresa Peralta, de Santo André, assume hoje a coleta de resíduos na cidade de Mogi das Cruzes, no Alto Tietê, que antes era realizada pela CS Brasil. Por um período de seis meses e a um valor mensal aproximado de R$ 6,7 milhões ao mês, a empresa ingressa no município de forma emergencial, até que um processo licitatório para um novo contrato seja concluído. A prefeitura de Mogi das Cruzes destacou que não há risco de suspensão da coleta de lixo no município.

O contrato atual pode ser rescindido a qualquer momento, mas não pode ser prorrogado. A Peralta já manifestou interesse em participar da licitação que está sendo desenvolvida e passar a operar de maneira permanente o serviço na cidade.

Segundo a administração, a necessidade de um contrato emergencial se deu porque a gestão anterior preparou uma PPP (Parceria Público-Privada) que abria a possibilidade da instalação de um aterro na cidade. Na avaliação da atual gestão, a proposta estava mal dimensionada e o governo “entende que a cidade não merece um aterro.”

A prefeitura informou que um novo estudo de PPP foi iniciado no começo deste ano, pautado na economicidade, alta tecnologia e sustentabilidade. Segundo nota enviada pela administração, “isso leva tempo para ser realizado da forma adequada, razão pela qual, até lá, o contrato emergencial vem como alternativa para garantir a continuidade do serviço.”

O administração alertou que para a definição da nova empresa foram realizados quatro orçamentos com base em termo de referência, sendo que foi escolhido o menor preço. Além da coleta e destinação de lixo, o contrato inclui a limpeza pública.

A prefeitura de Mogi das Cruzes não informou sobre a manutenção de empregos e apontou que a questão deve ser resolvida entre a atual prestadora CS Brasil e a nova contratada, Peralta, porém a prefeitura vem participando ativamente do processo de transição e recomendou a absorção de funcionários que já prestam o serviço. A atual contratada também sinalizou que não deve demitir funcionários. O resíduo coletado em Mogi das Cruzes continuará sendo levado para o aterro de Jambeiro, no Vale do Paraíba.

Com atuação desde 2009, a Peralta tem como clientes as prefeituras de Santo André, Diadema, llha Bela, Itaquaquecetuba e Lins.  

Comentários


Veja Também



Voltar