Setecidades

Ribeirão Pires tem a maior alta de mortes por Covid no Estado




Ribeirão Pires é a cidade com a maior evolução no número de mortes por Covid no Estado. Foram 27 óbitos nos últimos cinco dias, de acordo com dados dos boletins da Prefeitura, ou seja, 7,74% a mais do que os 349 falecimentos computados do início da pandemia até sábado, dia 24. A segunda cidade na lista estadual é Santa Isabel, no Interior, com alta de 2,99% nas mortes, de acordo com levantamento da SP Covid Info Tracker, plataforma gerida por pesquisadores da Unesp (Universidade Estadual Paulista), da USP (Universidade de São Paulo) e do Cemeai (Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria).

De acordo com a Prefeitura de Ribeirão Pires, a alta de mortes nesta semana está ligada com represamento de informações por parte do governo estadual. “A Prefeitura de Ribeirão Pires informa que o governo do Estado está realizando atualização no sistema Covid e essas mortes que estão sendo divulgadas são dados que estavam represados”, argumentou a administração, em nota.

Com as atualizações, Ribeirão Pires acumula 381 mortes em decorrência da doença e ainda conta com 6.879 casos confirmados.
Mauá também aparece na lista das dez primeiras colocadas no Estado. Com 32 mortes confirmadas nesta semana, a cidade da região é a décima colocada, com evolução de 2,28% em relação aos números de sábado, dia 24 de julho.

Ontem, de acordo com os boletins das prefeituras da região, foram reportadas mais 20 mortes em razão da Covid, sendo seis em São Bernardo, cinco em Ribeirão Pires, quatro em São Caetano, duas em Santo André, duas em Diadema e uma em Mauá. O total de perdas chegou a 9.660.

Já em relação aos casos, foram reportados mais 416 diagnósticos positivos, sendo 204 em Santo André, 88 em Mauá, 53 em Diadema, 28 em Ribeirão Pires, 23 em São Bernardo, 16 em São Caetano e quatro em Rio Grande da Serra. Desde o início da pandemia 237.101 moradores do Grande ABC já tiveram contato com o vírus.

O Estado de São Paulo chegou ontem a 4.048.478 casos e 138.702 óbitos. Entre os infectados, 3.712.256 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 425.374 foram internados e receberam alta. A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Estado é de 51,2% e na Grande São Paulo é de 47,3%.

Já no Brasil, de acordo com informações do Ministério da Saúde, foram reportados mais 40.904 casos e 963 mortes por Covid. Com isso, o total de diagnósticos positivos subiu para 19.880.273 e o de vítimas fatais da doença foi a 555.460. Dentre todo os infectados, 18.595.380 já estão recuperados.  

Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários


Veja Também



Voltar