Cena Política

PSDB esconde lista de novos filiados




Há duas semanas, o PSDB paulista anunciou a filiação de 65 prefeitos e vice-prefeitos pelo Estado, em planejamento de fortalecimento da provável candidatura a governador do hoje vice Rodrigo Garcia (PSDB) e do projeto político nacional do governador João Doria (PSDB). O que chama atenção é o fato de o tucanato não ter divulgado os nomes de todos os recém-ingressos à sigla. O rol está guardado com o presidente do PSDB no Estado e secretário paulista de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e nem todos os integrantes da cúpula do tucanato têm acesso. Esta coluna mesmo buscou caminhos para saber quem são os novos tucanos – no Grande ABC, sabe-se que o prefeito de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira, aceitou o convite –, sem nenhum sucesso.

Auditório
Líder do governo na Câmara de Santo André, Professor Jobert Minhoca (PSDB) inovou. Inspirado em programas de auditório, ele montou um palco no calçadão da Rua Coronel Oliveira Lima, coração comercial da cidade, com painel e microfone. O nome do quadro? Bate Palma ou Minhoca Neles. O tucano pergunta sobre serviços públicos de Santo André. Se o morador elogia, bate palmas. Se critica, Minhoca neles. O programa lembra muito o quadro Para Quem Você Tira o Chapéu, eternizado pelo apresentador Raul Gil.

Avaliação
Ex-secretário de Governo na gestão de Donisete Braga (ex-PT) em Mauá, Edilson de Paula (PT) celebrou a absolvição no processo no qual era acusado de corrupção com base em delação premiada de ex-executivo da Odebrecht. “A Justiça foi feita, nada do que foi falado pelo delator foi comprovado”, comemorou.

Contribuição
Diante da vitória nos tribunais, Edilson disse se colocar à disposição do prefeito Marcelo Oliveira (PT). “Posso contribuir caso eles avaliem que eu tenho algo a somar”, discorreu o petista. Edilson estava no time inicial que montou a campanha de Marcelo no ano passado, mas se retirou depois de o Ministério Público apresentar formalmente denúncia contra ele e outros três políticos da cidade. “Quis focar no processo e não envolver o Marcelo nisso.”

Absolvidos
Além de Edilson, foram inocentados Donisete, a ex-deputada estadual Vanessa Damo (MDB) e o ex-secretário Júnior Orosco (PDT).

Fotografias – 1
Ainda em Mauá, duas fotos publicadas nesta semana mexeram com a política da cidade. A primeira do ex-prefeito Atila Jacomussi (SD) com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). Os dois tomaram café e falaram sobre o futuro eleitoral – Atila quer ser deputado estadual ou federal, enquanto Alckmin prepara desembarque do PSDB para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes.

Fotografias – 2
A segunda é do secretário de Planejamento de Mauá, Rômulo Fernandes (PT), e do ex-secretário de Obras da cidade Júnior Orosco (PDT). O pedetista revelou que se encontrou com o petista, pré-candidato a deputado estadual, e sinalizou que pode haver parceria entre eles, já que Orosco concorrerá a deputado federal no ano que vem. 

Comentários


Veja Também



Voltar