Cena Política

Problemas até na UPA Animal de Mauá




O prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira (PT), disse a este Diário que a cada dia se surpreende com problemas herdados do antecessor, Atila Jacomussi (SD). Um deles foi a UPA Animal. O projeto era uma das vitrines de Atila e foi tão bem divulgado que chamou atenção de diversas lideranças pelo Estado. Uma delas visitou Marcelo por esses dias para conhecer a proposta revolucionária. Ambos foram ao local e, segundo o petista, a decepção ficou visível. A UPA Animal era um quarto pequeno, no qual usuários precisavam esperar do lado de fora por atendimento. “Deus foi bom que ninguém passou de maneira atabalhoada de carro por ali, porque seria uma tragédia”, comentou. Marcelo já mandou a equipe buscar endereço que ofereça melhores condições e mais conforto.

Ação no MP
O presidente da Câmara de Diadema, Josa Queiroz (PT), anunciou parte da estratégia jurídica que vai adotar com relação à polêmica do Ipred (Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Diadema): acionará o Ministério Público. O governo do ex-prefeito Lauro Michels (PV) deu andamento a parcelamento de débito junto à autarquia sem aval da Câmara. Lauro alega que tinha respaldo legal para isso. Josa diz que houve estelionato e atropelo.

Bancada regional
O deputado federal Alex Manente, líder do Cidadania na Câmara, encaminhou voto da bancada contra o novo fundão eleitoral, turbinado com R$ 5,7 bilhões. Foi voto vencido e, depois deu crivo à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), peça que englobou o mecanismo de financiamento partidário. O outro parlamentar da região, Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT), não participou da votação.

Vacinado
O deputado federal Alex Manente (Cidadania), de São Bernardo, foi vacinado ontem com a primeira dose da Coronavac. Fez piada com as enfermeiras que o atenderam. O político tem 41 anos.

Apoio ao povo cubano
O vereador Neno (PT), de Diadema, protocolou moção de apoio ao povo cubano, que protesta contra o governo do país caribenho. Neno argumentou que a população de lá sofre há anos com boicotes dos Estados Unidos.

Liderança do governo
Vereadores da base de sustentação do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), estão ressabiados com o líder do governo na casa, Ivan Silva (PP). No ápice da guerra fria entre Executivo e Legislativo, Ivan havia prometido que se as promessas feitas pelo tucano não fossem cumpridas, sairia do posto. Morando conseguiu empurrar com a barriga o debate, descumprindo os prazos estabelecidos. Tem gente querendo saber se Ivan vai renunciar à liderança.

Dobrada
Nesta semana, o ex-secretário de Obras de Mauá Júnior Orosco (PDT), pré-candidato a deputado federal, divulgou foto com apoio do vereador e ex-presidente da Câmara Neycar (SD). Anunciaram uma dobrada, já que Neycar quer ser postulante a deputado estadual. Parceria que vai incomodar o ex-prefeito Atila Jacomussi, correligionário de Neycar e que também busca cadeira na Assembleia Legislativa.

Nome aprovado
A direção estadual do Novo aprovou a pré-candidatura do deputado federal Vinicius Poit ao governo de São Paulo na eleição do ano que vem. “Nosso compromisso é entregar um plano para nosso Estado jamais visto, com foco na geração de empregos, na modernização da saúde e no ensino profissionalizante”, disse o parlamentar, que teve raízes no Grande ABC, embora milite pela Capital. 

Comentários


Veja Também



Voltar