Contexto Paulista

Pesquisa paulista projeta prédio com energia do subsolo




De São Carlos, no Interior Paulista, saiu o estudo inicial para a construção em breve do primeiro prédio brasileiro que usa energia do subsolo para climatizar seus ambientes. A informação é da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Nomeada CICS Living Lab, a edificação já começou a ser construída na Escola Politécnica (Poli-USP), na capital. O edifício será usado como um “laboratório vivo”, em que novas tecnologias sustentáveis e materiais inéditos serão testados.

Em São Carlos
O feito inédito é resultado de uma pesquisa realizada na Escola de Engenharia de São Carlos, da USP, que avaliou o uso das fundações de edifícios como meio para a troca de energia térmica entre o prédio e o subsolo. A expectativa com a implementação desse sistema é de que as despesas com o consumo de energia elétrica por aparelhos de ar-condicionado sejam reduzidas. O sistema pode ser aplicado em todos os tipos de edifícios. O estudo ganhou notoriedade ao vencer o Prêmio Costa Nunes da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica como melhor tese de doutorado do biênio 2018-2019.

Energia geotérmica
A pesquisadora Thaise Morais, da USP, responsável pela pesquisa, explica que a crosta terrestre, o solo, as rochas e a água possuem energia geotérmica, que pode ser transferida para a superfície por processos de troca térmica a partir das fundações da edificação. “A temperatura que vai desde a camada superficial da crosta terrestre até algumas centenas de metros de profundidade é resultado das interações naturais que ocorrem entre o ambiente externo e o interior da crosta. Assim, o solo funciona como uma espécie de bateria ou reservatório de energia térmica”, diz ela.

Como funciona
O sistema capta ou rejeita calor do solo por meio das estacas que compõem a própria fundação do edifício. Essas estacas ficam enterradas e, por estarem em contato direto com o subsolo, possuem uma grande área de contato para a troca térmica. Por meio de tubos instalados no seu interior e com a ajuda de um fluido, a energia térmica é levada até a superfície, onde uma bomba geotérmica faz a troca de calor entre o subsolo e os ambientes do prédio.

PIB paulista em alta
Os números do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de São Paulo nos meses de março e abril levaram a uma revisão para cima das projeções da Fundação Seade para a economia em 2021, situando-se entre 5,0% e 7,8%, com média de 7,1%. No Brasil, as projeções para o PIB em 2021 têm agora mínima de 4,2%, máxima de 5,1% e média de 4,6%.

Jundiaí: atração internacional
O município ganhou destaque esta semana com a 6ª edição do ranking “Cidades do Futuro” realizado pela FDI Intelligence, entidade ligada à divisão de inteligência em investimentos estrangeiros do Financial Times. Jundiaí está em 13º lugar na categoria Estratégia de Promoção de Investimentos Estrangeiros Diretos. O ranking é liderado por Nova York, a cidade com maior quantidade e qualidade de atributos para atração de investimentos. Jundiaí também figura na 8ª posição no ranking das cidades médias, acima de 350 mil habitantes, quando o critério avaliado é a Efetividade de Custos. As informações são do Jornal de Jundiaí, Rede APJ.

Jundiaí: atração internacional - 2
Mostra dessa visibilidade na captação de investimentos é o anúncio feito nos últimos dias pela multinacional peruana Emusa Brasil, que investirá R$ 60 milhões numa unidade em Jundiaí, com expectativa de dobrar a produção de embalagens plásticas para alimentos nos próximos anos, gerando 170 empregos.

Bauru: empreendedorismo
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda, em parceria com a Sandwich Valley, comunidade de startups e inovação, realizará dia 17 de julho, das 10h às 16h, evento para mapear o desenvolvimento do "ecossistema de empreendedorismo" na cidade. (Jornal da Cidade, Rede APJ).

Grande ABC: polos de pesquisa
O governo estadual anunciou parceria com a região, visando fomentar a economia das sete cidades. Entre as ações, destacam-se a ampliação do Banco do Povo, novos polos da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) e linhas de financiamentos da Fapesp para inovação. (Diário do Grande ABC, Rede APJ).

Curtas paulistas
? A rede de supermercados GoodBom lançou, em Mogi Guaçu, a sua 12ª loja no Interior Paulista. Investimento de R$ 32 milhões.
? A companhia aérea ITA, do grupo Itapemirim, realizou esta semana seu voo inaugural entre Guarulhos e Brasília.
? Anunciada a duplicação da SP-255, região central do Estado, no trecho que vai de Jaú a Barra Bonita.
? Lançado guia virtual de atrativos turísticos do Vale do Ribeira. São 46 atrativos na região, entre museus, restaurantes, casas de cultura, cachoeiras e trilhas.
? A Assembleia Legislativa discutirá projeto de lei que institui o "Agosto Cinza" no Estado de São Paulo para conscientizar sobre as queimadas. 

Comentários


Veja Também



Voltar