Esportes

Brasil avança com cinco surfistas às oitavas de Rottnest Island, na Austrália




Após três dias sem atividades, a etapa de Rottnest Island, a quinta do Circuito Mundial de Surfe de 2021, na Austrália, voltou a ter baterias. Em um dia longo, com a disputa da segunda fase, o Brasil voltou a ter saldo positivo na competição. Com representantes somente na chave masculina, o País classificou cinco surfistas às oitavas de final.

Os destaques ficaram com Gabriel Medina, Italo Ferreira e Adriano de Souza, o Mineirinho, que dominaram desde o início e saíram com a vitória e a vaga entre os 16 melhores. Miguel Pupo e Yago Dora foram os outros dois que avançaram. Já Filipe Toledo, Deivid Silva, Caio Ibelli e Alex Ribeiro ficaram pelo caminho, todos se despedindo da disputa na Austrália.

Líder do ranking mundial, Medina teve o australiano Kael Walsh como oponente. Na disputa, o brasileiro levou a melhor nos primeiros minutos e chegou em 6,40 nas três primeiras manobras. Com isso, o surfista local buscou surfar em quantidade, porém não conseguiu finalizar os movimentos e somou só 3,80 após as cinco primeiras notas.

Ainda na primeira metade da disputa, Medina subiu ainda mais seu total. Com um 4,53, o bicampeão mundial chegou em 9,36 e aumentou ainda mais a vantagem. Já nos últimos 10 minutos, o brasileiro subiu ainda mais seu total, chegando em 10,80. Como resposta, Walsh seguiu apostando na quantidade de ondas surfadas e chegou em 8,20, trazendo emoção para a reta final da disputa. Agora Medina vai duelar com outro australiano, Owen Wright, que superou o havaiano Matthew McGillivray com tranquilidade.

Atual vice-líder da temporada, Italo Ferreira teve como oponente Jacob Willcox, da Austrália. O brasileiro foi dominante e obteve um total de 13,20 (6,67 e 6,53), não dando chances ao rival, cujo somatório foi 9,10 (5,50 e 3,60). A próxima batalha do campeão mundial de 2019 será contra Adriano de Souza. Mineirinho teve 11,26 (5,33 e 5,93) e derrotou o também australiano Ethan Ewing (8,70 no total).

Em uma batalha brasileira, Miguel Pupo dominou e levou a melhor sobre Caio Ibelli. O surfista de Itanhaém (SP) obteve 14,66 (8,33 e 6,33) contra 6,34 (3,67 e 2,67) do também paulista, agora medindo forças com o francês Michel Bourez, que eliminou o português Frederico Morais. Yago Dora, por sua vez, controlou o australiano Jack Freestone e venceu por 13,94 (7,27 e 6,67) a 9,84 (4,17 a 5,67).

Logo após a eliminação de Deivid Silva, superado na bateria após um embate equilibrado com o australiano Morgan Cibilic (12,57 a 12,17), Filipe Toledo tentou a vaga diante do também local Liam O''Brien, mas não foi feliz. Terceiro colocado na temporada, Filipinho conseguiu 12,50 (6,37 e 6,13), enquanto que o rival passou com 13,66 (6,33 e 7,33). Já Alex Ribeiro pressionou, mas acabou batido pelo americano Conner Coffin por 11,10 a 10,70.

Comentários


Veja Também



Voltar