Memória

As capivaras estão chegando


Quem descobriu as capivaras foi o engenheiro Aldo Gomes da Costa Filho, que as fotografou no começo deste mês, dividindo sua descoberta conosco.
As capivaras foram flagradas às margens do Rio Tamanduateí, trecho da Vila Metalúrgica, altura do número 2.192 da Avenida dos Estados, sentido Centro de Santo André, perto da Rua Bárbara Heliodora.

“Eu via capivaras no Rio Pinheiros e na minha cidade, São José do Rio Preto, na represa da cidade. Aqui nunca tinha visto, o que significa que os animais se adaptaram ao rio poluído. As capivaras devem morar na outra margem, onde tem capim”, informa o engenheiro Aldo.
Ele retornou ao local, mas as capivaras não estavam mais ali. Moradores da favela Metalúrgica, quase em frente ao local, confirmaram a presença dos novos moradores. Disseram que as capivaras circulam por todo o trecho, em frente à Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), atraídas pelo capinzal com o qual se alimentam.

VIAGEM NO TEMPO
A história da aniversariante Santo André se divide em duas cidades: a Vila de Santo André da Borda, oficializada em 8 de abril de 1553, e extinta em 1560; e a nova Santo André, surgida em torno da estação ferroviária inaugurada em 16 de fevereiro de 1867.
Naquele tempo, e pelas décadas seguintes ao longo do século XX, a caça era permitida e as histórias a respeito são muitas. De espingarda em punho, os moradores seguiam em busca de suas presas.
Fauna e flora locais eram vastas. A região chegou a ser batizada pelo professor Rossini Tavares de Lima como “São Bernardo, a Terra dos Passarinhos”. E tudo por aqui se colhia e se caçava, o que ilustra a própria história da região, como um todo, e a de Santo André, em particular.

SIMBOLOGIA
Mês passado, orientado pelo memorialista Pedro Manoel Cordeiro, a Semana Ribeirão Pires foi dedicada à flora, com o desenho da palmeira ou coqueiro jeribatiba, de jurubatuba; agora, a fauna lembrada, graças à descoberta do engenheiro Aldo.
Coincidentemente, as capivaras percorrem o nosso principal rio urbano, o que divide os distritos do Centro e de Utinga e Capuava. E é esta área andreense que pretendemos focalizar nesta semana, por sugestão do professor Alexandre Takara.
Quinhentismo de Ramalho, Tibiriçá e Bartira; a Santo André do trem, da flora e fauna, da indústria que chegou e vai-se indo. Tempos dolorosos de pandemia. Que a Memória busque novos elementos da Santo André que um dia foi chamada de a cidade da chita (em alusão ao tipo principal da sua produção têxtil da época) e a cidade do trabalho, em razão do seu diversificado parque industrial.

Diário há meio século
Quinta-feira, 8 de abril de 1971 – ano 13, edição 1506
Editorial – Santo André vai se embelezando dia a dia, cuidando da sua aparência, a fim de não se tornar uma velha enrugada, com problemas de saúde e ranzinza, infernizando a vida de seus habitantes.

Em 8 de abril de...
1951 – Santo André promove o primeiro desfile escolar comemorativo ao dia 8 de abril.
1956 – A Seleção de Futebol do Brasil inicia excursão à Europa. No primeiro jogo, 1 a 0 frente a Portugal, gol de Gino, de bicicleta, no Estádio Nacional de Lisboa, para um público de 60 mil pessoas.
O Brasil jogou com Gilmar, De Sordi e Nilton Santos, Djalma Santos, Zózimo e Roberto; Sabará, Walter, Gino, Didi e Canhoteiro (depois Escurinho).
O atacante Walter Marciano de Queirós (São Paulo, 1931 – Espanha, 1961) iniciou carreira no São Caetano EC e foi considerado pelo esportista Narciso Ferrari o maior jogador de futebol da história da cidade, chegando a titular do selecionado nacional, como demonstram os jornais que cobriram esta excursão de 1956.

Hoje
- Dia Mundial da Luta contra o Câncer.
- Dia Mundial da Astronomia.
- Dia da Natação.

Santos do dia
- Júlia de Billiart (França, 1751 – Bélgica, Namur, 8 de abril de 1916).
Nossa Senhora da Penha. Padroeira de São Paulo. Em torno de uma capela em sua devoção, erguida em 1667, nasceu um dos mais antigos bairros da cidade, o bairro da Penha.

Municípios paulistas
- No Estado de São Paulo, além de Santo André, hoje é o aniversário de Amparo.
- Aniversaria Cuiabá, capital do Mato Grosso, fundada em 1727.
- Outras cidades aniversariantes: Caém (Bahia), Coroatá (Maranhão), Gravataí e Quaraí (Rio Grande do Sul), Iguatemi e Nioaque (Mato Grosso do Sul), Santa Cruz do Arari (Pará) e Timbaúba (Pernambuco).

Comentários


Veja Também


Voltar