Palavra do Leitor

Precisamos combater a corrupção


Vivemos momento de polarização e disputas no Brasil. E precisamos de bandeiras e pontos de interesse comum para fazer o Brasil progredir. Um desses pontos deveria ser o combate à corrupção. Precisamos que as escolas, as faculdades, as empresas, as ONGs (Organizações Não Governamentais) e a mídia em geral expliquem para todos o que é a corrupção, quais os seus impactos e por que é algo tão ruim e que deveria ser preocupação de todos.

Fazendo analogia, imagina que você tenha parente internado, com falta de ar no hospital e vem um sujeito e pega o cilindro de oxigênio usado pelo seu parente e leva embora. Você ia deixar? Acredito que não. Então, por que aceitar que está tudo bem o corrupto levar vantagem para favorecer alguém?

E não é só a saúde que o corrupto leva embora. O mesmo vale na educação, pois a corrupção deixa as escolas sucateadas e com falta de merenda. Leva também empregos, pois é preciso ter investimentos para abrir empresas, ampliar linha de produção ou lançar novo serviço.

Além de enganar o cidadão, o corrupto ainda busca convencer você que o problema não é ele e sim quem tenta atrapalhá-lo. Ataca o Ministério Público, a polícia, os juízes e a imprensa, ou seja, todos que têm importante papel no combate ao crime. Não caia nessa enganação. A reportagem investigativa, por exemplo, serve para criticar e tornar público o que está de errado.

Há ainda os que atacam os juízes pela decisão tomada, mas não se atentam ao que diz a lei que embasou a decisão. As leis precisam facilitar que o corrupto seja preso e devolva o dinheiro desviado. É desanimador ver como historicamente é difícil combater a corrupção no Brasil, punir os responsáveis e recuperar o dinheiro desviado. Precisamos evoluir.

Não devemos esperar que alguém resolva o problema da corrupção. Somos todos parte da solução. Escolha os políticos e os partidos de sua preferência e não acredite na versão de que são todos corruptos ou que isso é algo normal e faz parte do processo. Não defenda o corrupto, não eleja um corrupto. Lembre-se de que as ações de qualquer governo dependem de recursos que vêm dos impostos que você paga.

Precisamos evoluir e para isto é fundamental fortalecer a transparência e os órgãos de controle no âmbito público, como o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) e os tribunais de contas.

Os processos e controles de licitações públicas e gestão de projetos e obras precisam evoluir e dificultar o favorecimento de terceiros usando verbas públicas. Precisamos combater de verdade a corrupção!

Jefferson Kiyohara é diretor de compliance e sustentabilidade na empresa ICTS Protiviti.


PALAVRA DO LEITOR

Competência
Salim Mattar, Fausto Ribeiro, João Gabbardo, Paulo Uebel, Nelson Teichmann, André Brandão, só para ficar nestes nomes. Eles não aguentaram ficar no governo. Isso nos dá ideia de como é trabalhar no serviço público. Lá é uma bagunça. Não dá para aplicar as metodologias eficazes das empresas no público. Lá meritocracia não vale nada. Vale ser amigo, sabujo e comungar das mesmas ideias. Affonso Celso Pastore citou, em uma das suas colunas, que no governo vale mais ser amigo do dono do que ser eficiente e qualificado. Exemplos não faltam para atestar isso. Quem perde não é o governo nem os citados acima, que voltam para seu conforto e segurança. Quem perde são a maioria do empresariado e os cidadãos das classes baixas. Que tal o ministro Guedes e Diogo Mac Cord (secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados no Ministério da Economia) lançarem edital de privatização ou desestatização do primeiro e segundo escalões do Executivo federal? E, se der certo, desestatizar os outros dois poderes depois.
Marcel Martin
Santo André


Sem esquerda
Não concordo em hipótese alguma com a atual linha de conduta deste Diário, que sistematicamente dá guarida a esquerdistas, que enviam diariamente mensagens para esta Palavra do Leitor, tecendo críticas ao atual governo, esquecendo-se das barbaridades e roubos cometidos durante os governos petistas de Lula e de Dilma. Conceder páginas deste jornal para entrevistar políticos petistas é abusar da nossa paciência e inteligência, haja vista página concedida recentemente ao condenado Lula (Política, dia 26 de outubro), também à recente entrevista com o jornalista comunista João Cassiano (dia 29 de março) e, para culminar, com a oportunista Joice Hasselmann, sob o título ‘Me arrependi, Bolsonaro é grande fraude’ (dia 5), que somente foi eleita deputada federal por se aproveitar do apoio do presidente Bolsonaro. Quem na verdade deve estar arrependido é ele, por ter apoiado essa deputada. Portanto, a única arma que tenho para protestar é cancelar minha assinatura e não ler mais essas ‘baboseiras’ escritas pelos petistas nesta coluna nem as entrevistas com políticos da pior espécie.
Leopoldino Lopes Conceição
Santo André


STF
A realização de cultos nas igrejas será discutida pelo plenário do STF (Supremo Tribunal Federal), já que dois ministros emitiram decisão monocrática diferente para o mesmo assunto. Está mais do que na hora de acabar com esse instrumento de decisão monocrática, que cria insegurança jurídica, pois gera confusão desnecessária, solta traficante perigoso da cadeia – que, obviamente, desaparece logo em seguida – e extingue condenação de ex-presidiário com decisão de um único ministro. O Supremo não deveria decidir por consenso?
Walmir Ciosani
São Bernardo


Cúmplices
Bolsonaro precisa ser internado! O presidente elogiou o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, dizendo que faz trabalho extraordinário na pandemia só porque liberou ‘tratamento precoce’ contra Covid-19. Ele autoriza médicos dessa cidade a utilizarem medicamentos sem eficácia nem comprovação científica, como cloroquina e ivermectina, que, conforme relato, estão matando pacientes. Mesmo assim, o inconsequente Bolsonaro promete visitar e homenagear esse prefeito. Na realidade, ele quer derrubar o quarto ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que é contra o uso desses remédios e, diferentemente de Bolsonaro, respeita a ciência e a vida de brasileiros.
Paulo Panossian
São Carlos (SP) 

Comentários


Veja Também


Voltar