Memória

Pluripartidarismo cria a nova política. Seria a semente do atual Centrão?


“No Congresso Nacional, parlamentares não atuam apenas individualmente. Para ter maior influência, eles se unem em grupos e blocos para “jogar” o jogo da política nacional. Um dos grupos mais famosos é o chamado Centrão.”
Cf. blog Politize, 2020

***

Aleks, antes de trocar o jornalismo pela academia, criou a revista Raízes, por ele editada entre 1989 e 2000. Lançou a primeira série de livros sobre a história de São Caetano e presidiu a Fundação Pró-Memória. Poliglota, com livro belíssimo sobre lingüística, há muitos anos Aleksandar Jovanovic é professor universitário.
Sobre as eleições gerais de 1982, Jovanovic publicou, entre tantos textos, o que resumimos a seguir, onde é possível identificar o ponto (ou a trema) como explicação dos bastidores do poder.
Publicou Alecksandar Jovanovic, em 23 de novembro de 1982:
- Foi criado um novo quadro na região, onde a posição monolítica dos partidos que detêm o poder foi substituída por uma posição insegura, difícil e que terá de passar, de maneira obrigatória, pela negociação com as bancadas minoritárias.
- E tudo indica que haja tropeços para esta prática que não existiu durante a vigência do bipartidarismo.
- Se houve negociações, foram de outra natureza...

Vereadores campeões de voto

A origem dos novos prefeitos

Os prefeitos biônicos das capitais

581 – Na virada de 1982 para 1983 na política local, depois das eleições de 15 de novembro e antes da posse dos eleitos em 1º de fevereiro, as informações publicadas pelo Diário são hoje um instrumental importantíssimo para o entendimento da política de quase quatro décadas atrás.
582 – Por exemplo: nas edições anteriores, falamos muito dos prefeitos. E os vereadores eleitos? Quais foram os campeões dos votos nas eleições de 1982?
583 – Separamos os mais votados em cada um dos sete municípios:
- Santo André – Norberto Fernandes (PTB): 6.438 votos
- São Bernardo – Mario Franciscon (PMDB): 4.891.
- Mauá – Edgard Grecco Filho (PMDB): 3.132.
- Diadema – Maugério M. de Oliveira (PTB): 2.436.
- São Caetano – Osvaldo Martins Salgado: 2.382.
- Ribeirão Pires – Aroldo Alves (PMDB): 729.
- Rio Grande da Serra – José Carlos Arruda: 328.
584 – Dos sete vereadores mais votados, só Arruda chegaria a prefeito, desaparecendo tragicamente, como se verá na continuidade da série.
585 – Em relação aos prefeitos eleitos, o Diário publicou uma série de editoriais, cidade por cidade, cujos títulos são elucidativos. Dois casos:
-Santo André: a falácia foi castigada.
- Diadema: PT mostrou unidade e disciplina
586 – E veio o dia da posse em 1983: sete prefeitos e 117 vereadores no Grande ABC.
Entre os prefeitos, quatro do PMDB (Aron, em São Bernardo: Damo, em Mauá; Prisco, em Ribeirão Pires; e Willian, em Rio Grande da Serra); dois do PTB: Brandão em Santo André, e Braido, em São Caetano; e o único petista, Gilson, em Diadema
587 – Diário, em editorial publicado no dia da posse, 1º de fevereiro de 1983, enviou uma mensagem aos novos prefeitos:
- Sabe-se que a tarefa que terão pela frente será árdua, difícil, desafiadora. Por isso mesmo, só vitoriosa a partir de uma postura administrativa voltada para os reais anseios da população do Grande ABC.
588 – E as origens dos sete novos prefeitos?
- Newton Brandão, nascido na Borda do Campo, em Minas Gerais, médico, vivia desde 1955 em Santo André.
- Aron Galante, médico nascido em Santos, vivia em São Bernardo desde 1960, com atuação política em Diadema.
- Walter Braido, industrial, nascido em São Caetano.
- Gilson Menezes, metalúrgico, natural de Miguel Calmon, na Bahia, vivia entre São Bernardo e Diadema desde 1960.
- Leonel Damo, formado em Direito, natural de São João da Boa Vista, vivia desde a juventude em Mauá.
- Valdírio Prisco, funcionário público, era natural de Ribeirão Pires
- Willian Valério Ramos, nascido em Santo André, vivia desde 1956 em Rio Grande da Serra: chegou à cidade com pouco mais de dois anos de idade.
Nota – Dos sete, só dois vivem: Aron Galante e Leonel Damo.
589 –  Em Brasília, em 1982, o Congresso Nacional iniciava nova legislatura com o juramento e posse de 478 deputados e 25 novos senadores.
590 – Nos Estados, até governadores voltaram a ser eleitos diretamente, mas duas lacunas permaneciam: a escolha indireta do presidente da República e dos prefeitos das capitais. Presidente e prefeitos que eram chamados, com toda justiça, de “biônicos”. 

Em 2 de abril de...

1901 – Alferes Malachias Leitão, delegado de polícia de São Bernardo, remeteu ao juiz de direito da circunscrição de São Paulo dois processos: ferimento grave praticado por Izidoro “do tal” na pessoa de Violani André; e o furto de 300$000 praticado por Joaquim Sant’Anna.
1921 – Rio, 29. Foi embarcado no vapor ‘Francesca’, com destino a Genova, o anarquista Antonio Trote, italiano de 26 anos.
Antonio era acusado como autor de um dos últimos atentados anarquistas, daí a expulsão do país.
1956 – A Represa Billings da Ligth atinge nível de 66,73% de sua capacidade: há muito tempo o reservatório não se encontrava em condições tão favoráveis.

SEXTA-FEIRA SANTA
A tarde da Sexta-Feira Santa apresenta o drama incomensurável da morte de Cristo no Calvário. A cruz, erguida sobre o mundo, segue de pé como sinal de salvação e esperança.
Ao longo da Quaresma, realizava-se a Via-Sacra como uma forma de meditar o caminho doloroso que Jesus percorreu.

Diário há meio século

Sexta-feira, 2 de abril de 1971 – ano 13, edição 1501

Manchete – Calley é libertado por ato de Nixon
San Clemente, Califórnia. O presidente Nixon ordenou ontem (1º de abril de 1971) a libertação imediata do tenente William Calley, condenado à prisão perpétua por culpabilidade na matança de civis sul-vietnamitas de My Lai.
Religiosidade – Com missa solene a ser celebrada pelo bispo diocesano, dom Jorge Marcos de Oliveira, será inaugurada, na manhã de domingo (4 de abril de 1971) a capela de Nossa Senhora do Carmo, no Cemitério de Vila Curuçá, em Santo André.
Cultura & Lazer – O Verbo, o Homem... depois o Caos, moderna e atualizada adaptação do Evangelho, estreou ontem (1] de abril de 1971) no Salão Paroquial da Igreja Matriz de São Bernardo, pelo Grupo Cênico Regina Pacis.

Municípios Brasileiros

- Hoje é o aniversário de Alumínio, Capão Bonito, Cotia, Pacaembu, Pongaí, Suzano, Ubirajara e Vinhedo, no Estado de São Paulo.
Capão Bonito: criado como Vila de Capão Bonito de Paranapanema pela lei provincial número 17, de 2 de abril de 1857, desmembrada de Itapetininga.
- Entre as cidades brasileiras, aniversariam em 2 de abril: Calumbi, em Pernambuco; Carlópolis e Jacarezinho, no Paraná; Poço Fundo, em Minas Gerais; Porto Franco, no Maranhão; e Sumé, na Paraíba. 

Comentários


Veja Também


Voltar