Memória

Nasce a Associação Amigos de Santo Antonio


No aguardo de uma homenagem

Texto: Octávio David Filho

O pátio da estação ferroviária de Ribeirão Pires se transformava em verdadeiro depósito de materiais de construção, como se pode observar na foto ontem publicada, do acervo do Museu Municipal Família Pires.

A disposição dos materiais seguia uma ordem: os tijolos ficavam na parte baixa, onde se localiza a estação ferroviária; lenha, carvão e pedras eram colocados na parte alta.

As antigas construções da cidade de Santos foram feitas com milhões e milhões de tijolos feitos e saídos de Ribeirão Pires. Trens que transportavam os tijolos com as marcas da cidade.

No sentido contrário, não eram muitos os materiais recebidos na estação. Destacou-se o enxofre (sulfor). Vinha a granel pelos vagões e era descarregado com pá para a indústria J. B. Duarte.

UNIÃO

Os carregadores formaram uma sociedade com finalidade social. Recebeu o nome de Associação Amigos de Santo Antonio.

A entidade promovia festejos juninos, a princípio no chamado Morro Velho, que foi demolido para dar lugar ao Centro Comercial da cidade.

Posteriormente, a Associação comprou o terreno onde se localiza a igreja de Santo Antonio, no Jardim Mirante. 

A respeito da Associação Amigos de Santo Antonio há uma história controversa que merece um capítulo à parte.

NACIONALIDADES

No quadro dos carregadores da estação de Ribeirão Pires havia portugueses, mas a grande maioria era de origem italiana: Botacin, Scomparin, Dal Santi e tantos mais. Todos merecem o nosso respeito.

Os trabalhadores da estação construíram parte importante da nossa cidade, com trabalho e denodo. Entretanto, por incúria dos vereadores e prefeitos, até hoje não receberam as merecidas homenagens.

Diário há meio século

Quarta-feira, 24 de março de 1971 – ano 13, edição 1493

Manchete – Soldados em fuga, tragédia no Laos 

Khe Sanh, Vietnã do Sul (AFP) – O recuo transformou-se em debandada, relatou um major norte-americano.

Estado - O governador Laudo Natel abriu ontem (23 de março de 1971), no Ibirapuera, a feira ‘A Alemanha e sua Indústria’.

Palavra do Leitor – O ABC aí está, indo de mal a pior, sem que os homens em que votamos se lembrem de despertar do marasmo em que se encontram.

Salvador Perez, São Bernardo

Em 24 de março de...

1901 – De volta de uma viagem ao Interior do Estado, retornaram a Santo André o Dr. Cesário Bastos, senador estadual, e seu irmão, Adolpho Augusto Bastos, comissário da praça de Santos.

Roma, 20 – Os jornais anunciam que oito guardas da alfândega pereceram sepultados por uma avalanche de neve perto de Como. 

1921 – O advogado Armando Ferreira da Rosa assume o cargo de delegado de polícia regional em Santos.

Nota – Alguns anos depois, Rosa seria nomeado prefeito de Santo André

Lisboa, 24 – Fala-se nos círculos da imprensa sobre a constituição de um tribunal arbitral para resolver a greve do pessoal dos jornais.

1956 – Novas tarifas para o consumo de água, segundo decreto assinado pelo governador do Estado, Jânio Quadros. São excluídos do aumento os moradores de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Guarulhos.

Naquele tempo, a água era fornecida pelo Departamento de Água e Esgoto do Estado.

Hoje

- Dia Mundial de Combate à Tuberculose. 

A data foi criada em 1982 pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em homenagem aos 100 anos do anúncio do descobrimento do bacilo causador da tuberculose, ocorrida em 24 de março de 1882, pelo médico Robert Koch.

Santo do dia

- Oscar Romero

Comentários


Veja Também


Voltar