Setecidades

Leitos de UTI Covid da Grande SP chegam a 90% de ocupação




O Estado de São Paulo atingiu o maior número de pessoas internadas em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) desde o início da pandemia. Com 10.244 pacientes hospitalizados em estado grave, a ocupação das UTIs na Grande São Paulo chegou a 90%. Em todo o Estado, a ocupação é de 88,4% nesse tipo de leito.

No total, o Estado já tem 2.202.983 casos e 64.123 óbitos em decorrência da doença. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, desde o dia 1º de março até ontem, foram registradas 4.630 mortes, média de uma a cada cinco minutos.

No Grande ABC, até sábado, 98 pessoas aguardavam por internação, sendo 72 para UTI. As prefeituras não atualizaram os dados ontem. A região já tem 140.459 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 4.910 sucumbiram à infecção e vieram à óbito. Outros 127.923 exames estão com resultados em análises e 128.449 pacientes se recuperaram.

A cidade com maior número de casos e mortes é São Bernardo, com 55.650 contaminados e 1.605 mortes. Santo André tem 39.788 infectados e 1.285 vítimas fatais; Diadema contabiliza 17.634 casos e 709 óbitos. Em Mauá, 12.964 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 e 650 morreram da doença. São Caetano tem 8.491 casos e 438 mortes; Ribeirão Pires totaliza 4.339 infectados e 174 óbitos e Rio Grande da Serra contabiliza 1.593 pessoas contaminadas e 49 vítimas fatais. Em todo o Brasil, são 11.483.370 casos da doença e 177.211 mortes.

Comentários


Veja Também



Voltar