Contexto Paulista

SP atraiu investimentos de R$ 25,1 bilhões no semestre


A Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo, elaborada pela agência de estatísticas Seade, registrou total de R$ 25,1 bilhões no segundo semestre de 2020 na soma das diferentes regiões. A Região Metropolitana de São Paulo concentrou mais de 80% dos recursos anunciados no segundo semestre de 2020 (R$ 20,1 bilhões). Na sequência, as regiões com maior destaque foram as de São José dos Campos (R$ 687,7 milhões), Araçatuba (R$ 624,7 milhões) e Campinas (R$ 583,8 milhões).

O peso da infraestrutura
A maior parcela dos investimentos anunciados foi destinada à infraestrutura (R$ 16,7 bilhões), direcionados em especial aos transportes, sob o impulso de concessões do setor público a empresas privadas. O destaque foi o transporte metroviário de passageiros na capital que sobressaiu com a retomada das obras da Linha 6-Laranja do Metrô, por nova concessionária estadual, o grupo Acciona, com aporte de R$ 15 bilhões.

Serviços de vento em popa
Já o setor de serviços, com investimentos no total de R$ 5,4 bilhões, registrou o melhor resultado desde o primeiro semestre de 2019. A locação de veículos leves e pesados vem crescendo, o que exige recursos das locadoras (R$ 2,4 bilhões) para expansão de suas frotas. Nas atividades imobiliárias, com aportes totalizando R$ 1,9 bilhão, destacam-se novos shoppings, galpões logísticos e edifícios comerciais que estão sendo construídos em todo o Estado. Também foram noticiados investimentos para atividades recreativas, expansão dos estabelecimentos de saúde e, ainda, ampliação do acesso ao crédito e aos serviços financeiros.

Biocombustíveis alavancam
Os investimentos na agricultura, mais de R$ 1,6 bilhão, refletem a influência do RenovaBio, nova política nacional de incentivos à produção de etanol e de outros biocombustíveis, que entrou em vigor em dezembro de 2019.

Atacarejo movimenta comércio
Quanto ao comércio, os investimentos no valor de R$ 142 milhões referem-se, principalmente, às unidades de “atacarejo”, que vêm sendo instaladas por grandes redes supermercadistas.

Otimismo
O IFECAP, índice da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) que mede a confiança do comércio no Estado de São Paulo, registrou alta de 1,56% para o mês de fevereiro, quando comparado com o mês anterior, janeiro de 2021.

Amendoim em alta
Fundada em 2004, como uma empresa de comércio de produtos alimentícios para o mercado internacional, a Francfort Trade iniciou a construção do seu primeiro silo de armazenamento, em Parapuã, na região da Alta Paulista, e prepara-se para sua primeira colheita, em abril. A empresa é responsável pela comercialização de 200 mil toneladas de amendoim brasileiro exportadas nos últimos 5 anos, trabalha com 25 exportadores e atende o mercado de 27 países. O Estado de São Paulo é responsável por 90% do amendoim produzido no Brasil e abriga parte importante dos elos da cadeia produtiva.

Frase
“O agronegócio paulista é muito importante para o Estado. Além da sua importância econômica, ele é um grande gerador de empregos, e o emprego é que dá autonomia às pessoas. Quando o agronegócio se qualifica, toda a cadeia ao redor é beneficiada” - presidente da agência InvestSP, Wilson Mello.

Regional
O Consórcio PCJ, que agrupa os municípios das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, elegeu na quinta-feira (18) o novo presidente da entidade, o prefeito de Limeira, Mario Botion. Também foram escolhidos os novos membros do Conselho Diretor para a gestão 2021/2023.

Interior inova SUS
Marília é o primeiro município paulista a usar o e-SUS totalmente digital, segundo Márcio Lima, diretor de tecnologia da startup Etherium Tech. Em meio às adversidades provocadas pela pandemia do novo coronavírus em 2020, o processo da transformação digital gestões públicas, acompanhando a tendência de empresas privadas, passou a ocorrer de maneira acelerada em várias frentes do Interior. O e-SUS é braço eletrônico do SUS, regido pelo DataSUS, empresa de processamento de dados do governo federal.

Cuidados na saúde
A startup aprimorou as funcionalidades do aplicativo e permitiu “performance para o total funcionamento eletrônico”. A prefeitura promete otimizar o fluxo do atendimento, agilidade no agendamento e melhorias nos cuidados com a saúde. Com isso, o município obtém redução de custos de saúde e aperfeiçoa o atendimento e compartilhamento de informações com o Ministério da Saúde.

Biblioteca na nuvem
Entre as novidades tecnológicas na cidade, com a expansão da conectividade e interação dos serviços do município com a população, destaca-se também o direcionamento da biblioteca para a tecnologia em nuvem.

Melhoria no trânsito
O Estado de São Paulo registrou queda no número de fatalidades de trânsito no primeiro mês de 2021. Em janeiro, houve 359 óbitos contra 377 no mesmo período do ano passado (-4,8%). Houve ainda queda nas fatalidades entre pedestres: 68 fatalidades contra 95 em janeiro de 2020 (-28,4%). A redução também foi significativa entre os ciclistas, com 26 ocorrências fatais em janeiro contra 34 em 2020 (-23,5%).
 

Comentários


Veja Também


Voltar