Memória

A festa. A fábrica. Os artistas...


Claro, muitas fábricas se foram. Mas deixaram ensinamentos técnicos – geralmente desenvolvidos pelos trabalhadores. Deixaram também documentação ilustrada, como fizeram a Rhodia Química e a General Motors.

Nesta segunda-feira de Carnaval, a lembrança de um barítono cuja obra faz parte de espaços como o Teatro Municipal de São Paulo.

Com vocês, o são-bernardense Américo Basso (das audições da Rádio Gazeta original), J. Carlos (com desenho em livro da Rhodia) e Ortiz Picazo (que da GM fez história no Diário do Grande ABC).

RODA DE FOGO
Trabalhei na roda de lança-perfume onde a gente soldava a ponta da ampola.

A roda girava com água e, embaixo, era fogo. Ela ia girando e você ia soldando, primeiro as de vidro, mais tarde inventaram as de metal.

Eu cheguei a ver não só uma, mas diversas pessoas serem queimadas nas pernas, porque a gente sentava em torno de uma roda bem grande.

Ela rodava. Enchia lança-perfume. E trabalhava no fogo.

Alice Wandeur Thiago, que trabalhou na área de produção da Rhodia Química, de Santo André, em depoimento para o livro comemorativo aos 80 anos da empresa (1919-1999).

CARNAVAL DE TODOS OS TEMPOS
Em 1991, ainda foram promovidos bailes noturnos na região, com um destaque: a famosa orquestra de Osmar Milani animando o “Palácio da Babilônia” do Aramaçan.
n Ainda em Santo André, Primeiro de Maio, Clube de Campo ABC e Sapeca também investiram nos bailes noturnos e matinês.
Em São Bernardo, três atrações, na Associação, VW e Meninos.
Em São Caetano, um isolado Carnaval no Buso Palace.
Em Diadema e Rio Grande da Serra, bailes na Chácara Três Irmãos e Chácara Ana Aurora, mas na base do play-back.
O Ribeirão Pires promoveu bailes noturnos animados pela Banda Pérola Express.
A curva era descendente. Sapeca, Clube de Campo, VW Clube e Buso fechariam as portas: para 1992 nada indicava sobre reinventar os grandes carnavais que passaram.
Em 1921, em São Paulo, houve bailes de Carnaval até em teatros: Cassino Antarctica, no Anhangabaú; Colombo, no Largo da Concórdia; Mafalda, na Avenida Rangel Pestana.
E dá-lhe desfiles no Brás...

Diário há meio século
Domingo, 14 de fevereiro de 1971 – ano 13, edição 1461
‘Arte Hoje’ – Do colunista Enock Sacramento: teve início os ensaios da peça Guerra do Cansa Cavalo, de Osman Lins, com a qual o Grupo Teatro da Cidade inaugurará o Teatro Municipal de Santo André, em abril (de 1971).
Na direção: Celso Nunes, com a assistente Gabriela Rabello.
Elenco: Cláudio Correia e Castro, Sônia Guedes, Antonio Petrin, Luzia Carmela, Manuel Andrade, Henrique Lisboa, Luiz Parreiras, Antonio Chiarelli, Silvia Borges, Osley Delamo, Paco Sanches, Augusto Maciel, Geraldo Rosa, Alcaiube e Roberto.
Editorial – O sr. Laudo Natel (novo governador do Estado – assumiria em março de 1971) escolheu o seu secretariado e nem sequer consultou as autoridades locais, demonstrando claramente que sua intenção é deixar o Grande ABC no ostracismo absoluto, a que está relegado há muitos anos.

Em 15 de fevereiro de...
1916 – Deixa de circular o semanário O Progresso, de São Caetano; mas havia perspectiva de retorno do jornal.
Matarazzo anunciava para “dentro de alguns dias” a inauguração da sua fábrica de vidros em São Caetano e de mais três grandes armazéns na cidade.
1921 – Victorino Dell’Antonia, negociante na Estação Pilar, hoje Mauá, achava-se enfermo.
Palestra Itália, hoje SE Palmeiras, de casa nova: inaugurava sede na Rua São Bento, 57, primeiro e segundo andares, no triângulo paulistano.
1936 – Generoso Alves de Siqueira nomeado prefeito do antigo município de São Bernardo, cargo que exerceria por seis meses, em substituição ao médico Felício Laurito.

Hoje
Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil

Santos do dia
Claudio Colombiere (França 1641-1683). Jesuíta. Atuou na França, Inglaterra e nas colônias inglesas da América
Teotônio n Geórgia
Fauatino e Jovita. Ele nasceu no ano 90; ela, em 96, na cidade de Brescia, na Lombardia, Itália. Eram cristãos e foram martirizados no século II, durante os tempos sangrentos das perseguições 

Comentários


Veja Também


Voltar