Setecidades

Terreno no Inamar vira ponto de descarte de lixo




Moradores da Rua das Orquídeas, no Jardim Inamar, em Diadema, sofrem com problema recorrente: descarte de lixo na calçada, em frente a terreno tomado por mato alto. Colchão, entulho e móveis velhos são alguns dos materiais jogados no local e que tiram o sossego da população.

De acordo com moradora que pediu para não ser identificada, o descarte irregular ocorre frequentemente. Ela afirma que a última limpeza feita pela Prefeitura foi em 2019, apesar dos vários pedidos que fez para que a área fosse limpa. “Já jogaram até animal morto. Ficou cheiro insuportável”, lamenta.

Para tentar conter o problema, os próprios moradores colocaram barreira de pneus com plantas na parte da calçada que acompanha o terreno. “Nessa parte que colocamos os pneus deu uma melhorada, mas depois é uma sujeira só”, comenta a moradora.

A situação acarreta no aparecimento de ratos. A moradora explica que ela e outros vizinhos precisam colocar veneno nas casas, pois os roedores invadem tanto os quintais como as partes internas dos imóveis.

“Há muito tempo que a gente vem sofrendo com problema de sujeira e mato alto”, explica outro morador, que também não quis ser identificado. Ele diz que o descarte de animais mortos no local é constante. Até automóveis, ele relata, costumam ser abandonados por ali.

Procurada pelo Diário, a Prefeitura de Diadema informou, por meio do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), estar ciente do problema no local que, nos últimos anos, tornou-se ponto de descarte de materiais das mais variadas naturezas. “As equipes do DLU têm feito a limpeza urbana na cidade por regiões e nos próximos dias deverá chegar ao Jardim Inamar. O DLU também estuda a possibilidade de transformar o local num jardim com floreiras para que novos descartes não voltem a acontecer”. 

Comentários


Veja Também



Voltar