Nacional

Estado oferece a partir de hoje crédito de R$ 100 milhões para micro e pequenas empresas


Quem sofreu os efeitos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus poderá contar, a partir de hoje, com crédito oferecido pelo Estado por meio do Banco Desenvolve São Paulo. A informação acaba de ser dada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Segundo ele, o montante disponível é de R$ 100 milhões. "É uma maneira de amenizarmos os efeitos negativos que a pandemia causou para os empreendedores", justificou.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, disse que o capital de giro é fundamental para manter os empregos neste momento. "O dinheiro está disponível a partir de hoje e foi uma demanda diversas pessoas do setor. O crédito será dado a empresas com faturamento de R$ 81 mil até R$ 4,8 milhões e todas as solicitações podem ser feitas online através do site desenvolvesp.com.br." Os pedidos serão analisados, acrescenta, pela ordem de chegada. Os juros serão a partir de 0,8%.

Doria também falou sobre o uso da vacina em toda cidade de Serrana, no Interior. "Nós queremos, além de provar sua eficácia e segurança, também saber se ela ajuda a reduzir o contágio", justifica. A partir do dia 17, os 30 mil habitantes do local começarão a ser imunizados, portanto. Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan, acrescentou que os estudos clínicos feitos com o imunizante tinham o objetivo de avaliar a eficácia. "Nenhum deles foi desenhado para se observar a eficiência da vacinação. De uma forma bem simples, isso determina qual o efeito da vacinação em massa sobre a evolução da epidemia. Normalmente estes dados aparecem após os programas de vacinação. E este estudo em Serrana vai responder isso rapidamente, não teremos de esperar até o fim do ano, como é feito normalmente, para saber a resposta", explica. Em resumo, é para saber se haverá a chamada imunidade de rebanho com a vacinação. A escolha do local de estudo foi feita pela quantidade de pessoas e a alta taxa de contaminação.

Até o momento, 900 mil pessoas foram vacinadas em todo Estado. Houve uma queda de 8% no número de casos e de 2% de internações, segundo a secretaria de Saúde do Estado. O número de casos chegou a 1.851.776  e 54.663 mortes pelo coronavírus. 

Comentários


Veja Também


Voltar