D+

Má nutrição dos jovens gera diferenças de crescimento em várias partes do mundo


Análise global publicada no ano passado pela revista científica britânica The Lancet (www.www.thelancet.com) disse que uma nutrição ruim ao longo dos anos escolares gera crescimento diferentes entre crianças e adolescentes de países distintos. 

Segundo os dados levantados pela pesquisa, pode haver lacuna de seis anos para os garotos e de oito anos para as garotas.

Para se ter uma ideia, uma comparação feita mostrou que uma brasileira de 19 anos tem altura aproximada a de uma holandesa de 13 anos, por exemplo. 

A falta de alimentação saudável durante o desenvolvimento do corpo pode gerar atrofiamento e obesidade infantil. 

Comentários


Veja Também


Voltar