Social

Paço Municipal de Santo André recebe drive-thru do Moeda Pet amanhã (12)


Neste sábado (12), das 10h às 15h, quem precisa trocar ração por garrafa Pet não vai precisar nem sair do carro. A iniciativa do Moeda Pet, da Prefeitura de Santo André, visa a prevenção do contágio do novo coronavírus. Os munícipes serão recebidos no estacionamento do Paço da cidade. Esta será a terceira vez desde seu lançamento, em dezembro do ano passado, que o programa vai ser realizado no formato drive-thru. Ao todo, esta será a sétima edição. “O Moeda Pet tem ciclo completo que beneficia os animais e seus tutores, protetoras independentes, tira o plástico de rios e das ruas, e gera renda para cooperados das cooperativas de reciclagem. A ideia do drive-thru é justamente seguir com todos esses benefícios e não parar o programa, mesmo em tempos de pandemia”, explica Alexandre Audino, secretário em substituição da Secretaria de Meio Ambiente.

TROCA
Cada quilo de garrafa plástica é trocado por um quilo de ração. Quem participa pode levar o alimento para casa ou fazer a doação no local, que será destinada para a Uapa (União Andreense Protetora dos Animais), entidade que faz a distribuição entre os protetores independentes cadastrados. Vinte garrafas pet de dois litros, ou 26 de um litro, equivalem a um quilo de ração, mas quem não conseguir juntar essa quantia pode apenas doar as garrafas que acumulou. Neste caso, toda a arrecadação de rações será revertida para as protetoras.De acordo com o diretor do departamento de Bem Estar Animal, Henrique Mioto, a ação já foi responsável pela distribuição de aproximadamente duas toneladas de ração, sendo que 1,3 mil quilos foram retirados pelos munícipes e 700 kg foram doados para a Uapa, que distribuiu a ração para as protetoras independentes cadastradas.

O Moeda Pet é ação do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente, que conta com parceria da farmácia de manipulação veterinária Farma Bichos e do Dr. Vet Hospital Veterinário. A iniciativa também conta com o apoio do Departamento de Vigilância à Saúde, do Banco de Rações do Fundo Social de Solidariedade e do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que encaminha todo o reciclável arrecadado para as cooperativas de reciclagem, onde o material é comercializado e gera renda para as pessoas pertencentes às cooperativas.

 

Comentários


Veja Também


Voltar