Política

Candidatura de Zé Teixeira é impugnada pela Justiça


O juiz Bruno Dello Russo Oliveira, da 382ª Zona Eleitoral, em Rio Grande da Serra, indeferiu o registro de candidatura do ex-prefeito José Teixeira (PSL), que tenta voltar ao Paço. A alegação é a de que o ex-chefe do Executivo deixou de apresentar toda documentação exigida para um postulante a cargo eletivo no pleito deste ano. Cabe recurso ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo).

Oliveira citou, inclusive, que a foto de urna fornecida pelo candidato está em desconformidade com os parâmetros estabelecidos pela Lei Eleitoral. “O candidato deixou de apresentar os documentos exigidos pela legislação em vigor, sendo que a fotografia foi apresentada em desacordo com as especificações contidas na legislação, deixou de apresentar certidões obrigatórias, demonstrando o não cumprimento dos requisitos constantes no artigo 27 da resolução TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de número 23.609/2019.”

Após a impugnação, a campanha de Zé Teixeira anexou algumas certidões e até mandou outra foto do prefeiturável em busca de atender aos apontamentos da Justiça Eleitoral na primeira instância. O ex-prefeito não retornou aos contatos da equipe do Diário.

A impugnação adiciona problemas a uma campanha já conturbada de Zé Teixeira. Na sexta-feira, sua vice, Cida da Terceira Idade (PSL), enviou, por aplicativo de mensagens, informação de que o aliado iria renunciar à candidatura majoritária. Houve até reunião de emergência para conter a crise.

No fim de semana, Zé Teixeira disparou vídeos, também pelo aplicativo de mensagens no celular, que era candidato e que a informação de que iria desistir de concorrer à Prefeitura era fake news. 

Comentários


Veja Também


Voltar